nsc

    Tribunal

    Suspensão de Bruno Silva, do Avaí, cai para quatro jogos e será cumprida neste estadual

    Jogador terá de entregar cestas básicas em instituições sociais; Leão da Ilha precisa publicar nota de repúdio ao ato no clássico

    26/02/2020 - 16h56

    Compartilhe

    Kadu
    Por Kadu Reis
    Pena de Bruno Silva, definida no TJD-SC, terá transação disciplinar
    Pena de Bruno Silva, definida no TJD-SC, terá transação disciplinar
    (Foto: )

    A procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol de Santa Catarina (TJD-SC) fechou acordo com o Avaí para a transação disciplinar da pena do volante Bruno Silva. A suspensão do atleta será reduzida de seis para quatro jogos com condicionantes específicas. O atleta passa a cumprir o gancho na próxima partida da equipe, diante do Tubarão.

    O acordo passa a valer após a homologação por parte do relator do caso no TJD-SC. Bruno Silva terá de entregar pessoalmente 10 cestas básicas ao Asilo Irmão Joaquim e outras 10 à Casa Lar Emaús, instituições sociais de Florianópolis. Além disso, o Avaí se obriga a publicar uma nota de repúdio ao ato do atleta no clássico diante do Figueirense.

    O texto da nota será o seguinte: “O Avaí Futebol Clube repudia todas as condutas e atos de violência ocorridos na partida Figueirense x Avaí, no dia 02/02/2020, assumindo sua responsabilidade, e compromete-se a demandar esforços na busca de erradicar a violência nos estádios, dentro ou fora dos gramados.”

    A partir da homologação da transação da pena, o Avaí precisa publicar a nota em seu site oficial e em jornal no período de dois dias. Bruno Silva terá cinco dias para fazer a entrega das cestas básicas. Suspenso, o atleta não enfrenta Tubarão, Juventus e Concórdia nas próximas rodadas do Catarinense e fica de fora da primeira partida do Leão no mata-mata.

    Leia mais notícias e opiniões sobre o Avaí no NSC Total

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas