nsc
dc

Pandemia

Taxa de letalidade por coronavírus em SC atinge maior patamar desde 31 de maio

Especialista aponta que taxa tende a crescer nos próximos dias, por causa da redução no total de novos casos e manutenção do número mais alto de mortes

26/08/2020 - 12h44

Compartilhe

Jean
Por Jean Laurindo
Redução de novos casos da covid-19 em SC ainda deve fazer taxa de letalidade crescer nos próximos dias, aponta especialista
Redução de novos casos da covid-19 em SC ainda deve fazer taxa de letalidade crescer nos próximos dias, aponta especialista
(Foto: )

Santa Catarina registrou nessa terça-feira (25) o maior índice de letalidade por causa do novo coronavírus desde 31 de maio. A taxa atual mostra que 1,56% dos casos confirmados evoluíram para mortes.

> SC tem 51 novas mortes por coronavírus e total de óbitos chega a 2.116

A taxa de letalidade está em crescimento desde 11 de julho em Santa Catarina. Em 10 de julho, alcançou o nível mais baixo da pandemia: 1,14%. Santa Catarina está na contramão da média brasileira. No país, o ápice foi atingido em 2 de maio, com 6,99% de letalidade. Desde então segue em queda gradual e atingiu nesta terça-feira 3,18%.

O índice mais alto alcançado até agora em Santa Catarina foi 3,86%, em 23 de abril. Mas na época, no entanto, o Estado não tinha testagem em massa, priorizando os casos mais graves, o que explica os valores tão elevados. A taxa de letalidade é calculada dividindo o total de mortes pelo total de casos do novo coronavírus. Quanto mais pessoas são testadas, mais o índice tende a cair.

Segundo o ex-diretor do Departamento de Imunizações e Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde e pesquisador da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), Julio Henrique Croda, a taxa de letalidade de Santa Catarina ainda tende a crescer mais nos próximos dias, à medida que o total de novos casos começar a diminuir e o número de óbitos continuar alto. Como a maioria das mortes começa a aparecer a partir de 14 dias após a infecção pelo vírus, o alto número de casos confirmados nas semanas que se passaram tende a se refletir agora ou em óbitos ou em cura.

> Taxa de contágio por coronavírus cai em Florianópolis mas prevenção precisa continuar, alerta secretário

> Duas em cada três cidades de Santa Catarina já registraram mortes por covid-19

Colunistas