nsc
    nsc

    Unimed

    Telemedicina ganha novo formato de atendimento em Santa Catarina

    A novidade é Doctor-U, uma cápsula que atua como pronto atendimento e permite conexão direta, mesmo à distância, com o médico

    14/04/2021 - 10h51 - Atualizada em: 14/04/2021 - 10h57

    Compartilhe

    Estúdio
    Por Estúdio NSC
    Cápsula afere temperatura, altura, peso, IMC, pressão arterial, frequência cardíaca e percentual de gordura.
    Cápsula afere temperatura, altura, peso, IMC, pressão arterial, frequência cardíaca e percentual de gordura.
    (Foto: )

    Quando o momento exige mais atenção com cuidados de saúde, é preciso inovar para conseguir atender as demandas das pessoas com mais precisão e eficiência. Foi com essa intenção que a Unimed Florianópolis desenvolveu um projeto que chega para revolucionar a atenção com a saúde, que vem como uma solução exclusiva no setor para seus beneficiários. A grande novidade são as cápsulas de pronto atendimento Doctor-U.

    O projeto foi lançado em dois clientes da cooperativa médica: Portobello e Intelbras. A ideia envolve colocar uma cápsula na empresa para atender colaboradores de forma rápida, segura e altamente tecnológica.

    — Se antes o colaborador da empresa conveniada à Unimed precisava se deslocar a uma unidade de pronto atendimento, comprometendo seu tempo e com custos nesse processo, este problema acaba com as cápsulas Doctor-U. Instalada no seu local de trabalho, a cápsula de telemedicina tem as ferramentas para promover o contato imediato com o médico — explica um dos idealizadores do projeto e colaborador da Unimed, Tomás Schnorr Rios.

    Em locais onde o trabalho é 100% operacional, ou seja, não há possibilidade de home office, a cápsula aparece como uma solução digital de excelência e à frente deste tempo.

    >> Monitor da Vacina: veja o avanço da vacinação no Estado

    Tecnologia leva saúde aos colaboradores

    Usar a cápsula é muito fácil. Basta entrar na cabine e digitar o CPF em um tablet para iniciar o processo interativo em máquinas de aferição e medição. Através da Safety, máquina de comando de voz, são dadas as instruções para que o cliente realize as aferições de temperatura, altura, peso, IMC (Índice de Massa Corporal), pressão arterial, frequência cardíaca e percentual de gordura. Feitas as aferições, o paciente confere na hora os resultados e opta por prosseguir ou não com a teleconsulta. A conexão entre médico e paciente ocorre em poucos instantes e está disponível 24 horas por dia, todos os dias da semana.

    Para o presidente da Unimed Grande Florianópolis, Dr. Théo Fernando Bub, a tecnologia empregada democratiza o acesso à saúde. — Se a pessoa tem alguma dúvida sobre algo relacionado à saúde, vai até a cápsula e pergunta ao médico — complementa.

    Agilidade e segurança

    O autoatendimento ocorre de forma individual, ou seja, um paciente por vez. A máquina por comando de voz, resultado de uma parceria com a empresa TeleWorld, instrui o cliente a subir na plataforma para a coleta dos seus dados.

    Todas essas informações geram um relatório que se integra ao prontuário do paciente e serve como base para o médico prosseguir com o passo seguinte do atendimento, que é a teleconsulta. Para o beneficiário, a consulta online ocorre dentro da própria cápsula, enquanto o médico encontra-se em seu consultório, conectados via telemedicina. Caso o profissional de saúde identifique a necessidade de consulta presencial, o mesmo é providenciado.

    >> Saúde mental: como lidar com o medo na pandemia

    A aplicação instalada no tablet conta com a segurança proporcionada pela empresa canadense Scalefusion, a qual garante que o aparelho permaneça programado unicamente para as funções do Doctor-U.

    Sistema já existente na China

    Na China, essas cápsulas já são uma realidade e estão nas ruas. De acordo com o CEO Richard Oliveira, as cápsulas de atendimento eram vistas no Brasil como algo impossível. — Pensávamos em algo para digitalizar o atendimento médico e se colocar ao lado do beneficiário. A telemedicina já tinha sido lançada, então agora é um passo a mais — diz.

    Presente para comemorar os 50 anos

    Para a Unimed Grande Florianópolis, esse é um projeto transformador, às vésperas do ano em que completa 50 anos. A cooperativa também tem planos de ampliar a atuação de Doctor-U. — A ideia é levar as cápsulas para outras pessoas e democratizar o acesso à saúde — comenta o gerente comercial da cooperativa médica, Herman Alex Zapata Contreras.

    >> Unimed compra o Hospital Santa Luiza em Balneário Camboriú por R$ 23 milhões

    Garantia de higiene e proteção

    A prevenção contra contaminações é um dos grandes diferenciais da cápsula. Por meio de uma nanotecnologia antiviral da empresa paulistana Chroma-Líquido, as paredes, o banco, a porta, a tela do tablet, além de outros pontos de contato contam com a proteção de adesivos e películas que anulam a ação do novo Coronavírus e de qualquer espécie de bactéria e vírus.

    Além disso, as boas práticas serão sempre fomentadas nas empresas, com a limpeza periódica do espaço e oferecimento de material de higiene aos utilizantes do serviço.

    Quer saber mais sobre inovação na Unimed Florianópolis? Acesse o portal.

    Leia também

    Painel do coronavírus: Acompanhe o avanço da Covid-19 em SC

    Idosa de 113 anos, mulher mais velha de Chapecó, recebe a vacina contra a Covid-19

    Colunistas