O temporal que atingiu diversas cidades de Santa Catarina na noite de segunda-feira (8) por pouco não tirou a vida da empresária Claudineia dos Santos. Parte do telhado da prefeitura de Ibirama, no Alto Vale do Itajaí, foi arremessado pelo vento sobre o veículo em que ela estava, amassando o teto. A motorista escapou ilesa, mas o susto foi enorme, conta:

Continua depois da publicidade

— Eu fiquei sem chão no hora. Sou um milagre, renasci — comemora a mulher.

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

Claudineia estava no Centro quando correu para o carro na tentativa de chegar em casa antes do temporal, para ficar com o filho de 13 anos. A Defesa Civil municipal informou que choveu cerca de 16 milímetros por volta das 20h. A quantidade não foi tão expressiva, o problema é que a precipitação veio acompanhada de muito vento.

O telhado do prédio do Centro Administrativo, onde funciona a prefeitura e a Câmara de Vereadores, voou. As chapas de zinco foram arremessadas a metros de distância. Algumas delas, então, pararam do outro lado da rua, no estacionamento em que o Fiat Uno de Claudineia estava.

Continua depois da publicidade

— Foi aterrorizante, você ver as coisas voando ao redor e não saber de onde. Eu não sabia o que fazer, se entrava no carro ou se corria — lembra Claudineia, que optou por entrar no automóvel.

Veja fotos dos estragos em Ibirama

Ela escapou sem um arranhão e conseguiu sair do carro. Foi para o hospital, mas passa bem. Na noite de segunda, praticamente toda a cidade ficou sem energia elétrica por conta do temporal, conta o coordenador da Defesa Civil municipal, José Eduardo.

Os danos no Centro Administrativo foram os mais expressivos, disse ainda o coordenador. Durante a noite, a instituição atendeu ocorrências de quedas de árvores em ruas, destelhamentos e outros danos estruturais. Nesta terça-feira (9), a manhã é de limpeza nos locais públicos e privados afetados. A prefeitura estima um prejuízo de R$ 700 mil.

Continua depois da publicidade

A Defesa Civil do Estado trata o episódio como um temporal, mas não descarta a possibilidade de ter ocorrido um fenômeno mais severo de forma pontual. Para confirmar, a equipe de meteorologia precisa analisar as imagens de radar e dos estragos, algo que ainda não foi feito.

A chuva forte atingiu cidades do Litoral Norte, Vale do Itajaí, Grande Florianópolis e Planalto Norte.

Leia mais

Frente fria causa reviravolta no tempo em SC, com chuva intensa e vendavais

Destaques do NSC Total