nsc
    santa

    CICLONE

    Temporal derruba árvores e destelha casas em Blumenau e região

    Quase 200 mil unidades consumidoras ficaram sem energia na região, segundo a Celesc

    30/06/2020 - 15h57 - Atualizada em: 30/06/2020 - 19h20

    Compartilhe

    Lucas
    Por Lucas Paraizo
    Jean
    Por Jean Laurindo
    Vendaval em Blumenau
    (Foto: )

    A passagem de um ciclone em formação deixou rastros de destruição em Blumenau e região nesta terça-feira (30) à tarde. Árvores derrubadas pelo vento bloquearam ruas e rodovias em vários municípios. Houve destelhamentos em Blumenau e também na região de Rio do Sul.

    > Ciclone deixa mais de 1,4 milhão de consumidores sem luz em Santa Catarina

    Ainda não há um balanço oficial dos estragos causados. Segundo o secretário de Defesa Civil, Carlos Menestrina, não houve registro de feridos em Blumenau. Árvores caíram em praticamente todas as regiões da cidade.

    No Centro, uma árvore caiu na Rua XV de Novembro. Na Itoupava Norte, o vento derrubou a cobertura de um posto de combustíveis da Rua 2 de Setembro.

    Os corredores de ônibus foram liberados ao trânsito de veículos em Blumenau durante a terça-feira. O objetivo é dar maior fluidez e facilitar a volta para casa.

    Vendaval em Blumenau
    Árvore caída na Rua XV de Novembro, no Centro de Blumenau
    (Foto: )

    Blumenau sem luz

    Conforme a Celesc, cerca de 85 mil unidades consumidoras estavam sem energia elétrica às 16h30min. Em toda a região, o número chega a 192 mil imóveis sem luz.

    O apagão foi causado pelos ventos. O volume de chuva acumulado na terça-feira ficou em torno de 15 milímetros na maioria dos bairros, segundo o AlertaBlu. 

    BR-470

    Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), houve pontos de interdição total ou parcial na BR-470 nos municípios de Blumenau, Ascurra, Lontras e Rio do Sul. No Km 147, em Rio do Sul, árvores caíram nos dois sentidos da pista, interditando o tráfego.

    Rio do Sul vai cogitar decreto de emergência

    Rio do Sul teve destelhamentos e quedas de árvores com temporal desta terça-feira
    Rio do Sul teve destelhamentos e quedas de árvores com temporal desta terça-feira
    (Foto: )

    Em Rio do Sul, no Alto Vale, até as 19h20min o município registrava 47 residências com destelhamento. Mas o número representava somente os atendimentos de pessoas que foram até a Defesa Civil, porque até esse horário os telefones estavam sem área na cidade. Por isso, a estimativa era do município é de que o número de imóveis atingidos seja bastante superior.

    A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) também teve destelhamento e ficou sem energia elétrica. Com isso, os pacientes precisaram se dirigir ao Hospital Regional do Alto Vale. O atendimento foi retomado por volta das 20h, com o acionamento de um gerador no local. A cidade também teve queda de árvores e falta de energia elétrica.

    Nesta quarta-feira (1º), o prefeito de Rio do Sul vai se reunir com secretários para avaliar os danos causados pelo temporal e estudar a possibilidade de decretar situação de emergência.

    Rio do Sul registrou 47 casas com destelhamentos até as 19h20min desta terça-feira
    Rio do Sul registrou 47 casas com destelhamentos até as 19h20min desta terça-feira
    (Foto: )

    Gaspar e Indaial também registram estragos

    Em Gaspar, houver queda de árvores, de pontos de ônibus e residências destelhadas. Um condomínio popular no bairro Coloninha teve destelhamento em quatro blocos. A falta de energia elétrica e telefonia, no entanto, fazia com que a Defesa Civil não tivesse um balanço de quantidade de ocorrências até as 20h desta terça. Ao menos quatro ruas foram parcialmente interditadas por queda de árvores.

    Indaial também registrou queda de árvores e residências destelhadas
    Indaial também registrou queda de árvores e residências destelhadas
    (Foto: )

    Em Indaial, foram pelo menos 50 quedas de árvores e mais de 100 atendimentos solicitados à Defesa Civil até as 20h desta terça. A cidade também enfrentava falta de energia elétrica na maior parte do território.

    A Defesa Civil de Timbó não tinha um balanço de ocorrências até as 20h desta terça. 

    Rio do Sul teve destelhamentos e quedas de árvores
    Rio do Sul teve destelhamentos e quedas de árvores
    (Foto: )

    Ponto de ônibus foi destruído pela força do vento em Gaspar
    Ponto de ônibus foi destruído pela força do vento em Gaspar
    (Foto: )

    Gaspar também registrou queda de árvores sobre vias públicas
    Gaspar também registrou queda de árvores sobre vias públicas
    (Foto: )

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas