nsc
    dc

    Imunização

    Testes de vacina Coronavac terminam neste fim de semana, diz Doria

    Governador de São Paulo afirmou que pretende estender imunização contra o coronavírus para todo o Brasil

    17/10/2020 - 08h18

    Compartilhe

    Por Folhapress
    Vacina contra coronavírus em fase final
    Vacina contra coronavírus em fase final
    (Foto: )

    Os testes da vacina contra o coronavírus pelo Instituto Butantan devem ser concluídos neste fim de semana, segundo o governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP). O chefe do Executivo disse, nesta sexta-feira (16), que vai se reunir na próxima quarta-feira (21) com representantes da área de saúde do governo federal para apresentar os resultados dos testes da vacina Coronavac, para tentar garantir a disponibilidade dela para todos os brasileiros.

    > Vacinação contra o coronavírus será obrigatória em São Paulo, diz Doria

    O governador afirmou ainda que, por parte de São Paulo, não haverá politização em relação à vacina e que espera a mesma postura por parte de Jair Bolsonaro, que foi nominalmente citado e criticado pelo governador por sua ação durante a pandemia.

    — Não é razoável imaginar que o governo [federal] vá colocar ideologia ou visão partidária ou eleitoral acima daquilo que salva vidas — disse Doria.

    Segundo o governador, o acompanhamento da testagem nesta terceira fase pelo Instituto Butantan é feito simultaneamente pela Anvisa e um resumo desse relatório será entregue pelo presidente do instituto na segunda-feira (20) à agência.

    — Hoje, a Anvisa tem todos os dados disponíveis da testagem que está sendo feita em sete estados brasileiros. Até aqui, sem nenhuma colateralidade — disse o governador durante o lançamento, do Plano de Retomada Econômica 2021/2022 para o estado.

    A Coronavac, imunizante contra a Covid-19 criado pela chinesa Sinovac e que será produzida em conjunto no Brasil pelo Instituto Butantan, mostrou-se segura em seu teste da chamada fase 3 (a última antes da aprovação) em 50 mil voluntários na China.

    > Um em cada três casos ativos de coronavírus em SC está em cidades da Grande Florianópolis

    A Sinovac testa seu imunizante em dez países, e a vacina já foi aprovada para vacinação emergencial no seu país de origem. No Brasil, 5.600 dos 9.000 voluntários em 12 centros de pesquisa de cinco estados e do Distrito Federal já receberam ao menos uma dose da vacina.

    Se a Coronavac se provar eficaz, São Paulo vai protocolar na Anvisa um pedido para liberação emergencial da campanha de vacinação.

    * Eduardo Cucolo (texto adaptado)

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas