nsc
    hora_de_sc

    Internet

    TikTok e Luisa Mell se unem em campanha em prol dos animais

    O valor arrecadado será destinado ao funcionamento da organização e a projetos de proteção animal do instituto mantido pela ativista

    07/05/2020 - 17h13 - Atualizada em: 07/05/2020 - 17h15

    Compartilhe

    Por Janaína Laurindo
    (Foto: )

    O TikTok, aplicativo chinês que é a mais recente febre entre os jovens, se uniu ao Instituto Luisa Mell para realizar uma campanha de doação de fundos que ajudará a organização que atua, principalmente, no resgate de animais feridos ou em situação de risco, na sua recuperação e adoção. A ação consiste no compartilhamento da hashtag #Adotei e no uso do filtro Vira-Lata Caramelo. Escolhido por ser o representante de uma “raça” genuinamente brasileira, esse “SRD” (cão sem raça definida).

    A expectativa é chegar a 15 milhões de visualizações até o fim da campanha, no dia 12 de maio. Com o alcance desse número, poderá ser doada a quantia equivalente a até uma tonelada e meia de ração, que ajudará as ações do Instituto.

    Leia também: TikTok: entenda a nova febre das redes sociais

    — Queremos chamar vocês para essa campanha linda do TikTok, cujo objetivo é conscientizar. Por isso eles nos chamaram para lançarmos juntos essa campanha maravilhosa com a hashtag #adotei. Então você posta um vídeo lindo com seu adotado, se não tiver use o filtro do Caramelo e compartilhe. Vamos inundar o TikTok com o #Adotei — comemora Luisa Mell.

    Anitta, amiga pessoal de Luisa, foi uma das celebridades que já aderiu a campanha.

    Sobre o Instituto Luisa Mell

    Entre cães e gatos, a ONG mantém cerca de 300 animais, todos resgatados das ruas. Na sede do Instituto, em São Paulo, esses animais são protegidos, alimentados e aguardam pela chance de serem adotados e terem uma vida digna, cercada de amor por seus tutores.

    O Instituto também atua pela proteção do Meio Ambiente, em ações cidadãs, ajudando a educar crianças e adultos sobre a importância de respeitar a Natureza e os animais. Também ajuda os órgãos públicos a fiscalizar o cumprimento e a denunciar crimes de maus-tratos ou qualquer outro previsto no Artigo 32 da Lei 9.605/98.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Entretenimento

    Colunistas