A Polícia Civil prendeu 17 pessoas suspeitas de tráfico de drogas durante a operação “Baptizare”, no Planalto Norte de Santa Catarina, nesta sexta-feira (20). Essa é a maior ação policial na história da região. Os suspeitos são acusados de tráfico de drogas e participação em uma organização criminosa. Carro e moto de luxo foram apreendidos.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Joinville e região no WhatsApp

No estado catarinense, as prisões aconteceram em cidades como Rio Negro, Mafra, Jaraguá do Sul e Itajaí. De acordo com informações da Polícia Civil, ainda foram cumpridos 30 mandados de busca e apreensão. O grupo seria responsável pela venda de drogas na região Sul do Paraná e no Norte de Santa Catarina. 

Entre os investigados, estão pessoas de uma mesma família, moradores de Campo do Tenente (PR), que tinham uma “empresa familiar” de tráfico de drogas como cocaína, crack e maconha. O grupo alteraria as substâncias para ter mais lucro, como o acréscimo de ácidos. Em 2022, a organização criminosa movimentou quase R$ 2 milhões. 

Continua depois da publicidade

Além de tráfico de drogas, eles podem responder por crimes de posse ilegal de munições, posse de animais silvestres, organização criminosa, lavagem de dinheiro e homicídios. Conforme a polícia, o líder da quadrilha está preso desde fevereiro.

O grupo foi preso e encaminhado para prisões de Itajaí, Rio Negro e Mafra.

Leia também

As esperanças de medalha de Joinville e região nos Jogos Pan-Americanos 2023

Clínica de coach em Joinville e Balneário Camboriú funcionava até como “farmácia”, diz MP

Caso de gripe aviária em Barra Velha é confirmado e pessoas são monitoradas após contato

Destaques do NSC Total