nsc
santa

Trânsito

Trecho duplicado de 8 km da BR-470 é liberado aos motoristas

Primeiros carros começaram a circular na nova pista a partir das 9h40min

17/06/2019 - 10h06 - Atualizada em: 17/06/2019 - 13h42

Compartilhe

Gabriel
Por Gabriel Lima
liberação da duplicação br-470
Trecho duplicado próximo à ponte de Ilhota, no km 30 da rodovia BR-470
(Foto: )

O motorista que passar pela BR-470 poderá dirigir, enfim, por um trecho duplicado. A liberação de oito quilômetros de pista dupla ocorreu na manhã desta segunda-feira (17) com a presença do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e diversas autoridades. A área é no lote 2 de duplicação, do km 22 ao km 30, entre os municípios de Ilhota e Gaspar.

Os primeiros carros começaram a circular na nova pista a partir das 9h40min, quando foram retirados os cones e cavaletes que estavam sobre o acesso. Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e técnicos da consórcio responsável pela duplicação do lote estão no local orientando os motoristas no início e fim do trecho duplicado.

A expectativa do ministro da Infraestrutura é que nos próximos meses sejam liberados mais dois trechos, de quatro e dois quilômetros, na sequência do trajeto em Gaspar. Dessa forma, a extensão da área duplicada chegaria a 14 km. Outro trecho de 7 km no início da rodovia, ainda em Navegantes, também estaria próximo de ter os trabalhos concluídos.

Outra novidade apresentada no encontro é que a antiga pista, que no trajeto duplicado segue no sentido Litoral, será restaurada de forma imediata. Como essa etapa está no escopo da obra, não será necessário fazer licitação para contratar a empresa. Apesar da confirmação, nem o ministro e nem o superintendente do DNIT falaram sobre uma data para início da restauração da pista — processo que deve ser repetido nos demais trechos que forem liberados para duplicação.

Como fica o trânsito após a liberação da nova pista?

Quem segue em direção ao interior, encontrará diversas placas na rodovia próximo ao acesso para a ponte de Ilhota, no km 22 da BR-470. O acesso, ainda em pista simples, está sinalizado como desvio e há cavaletes que impedem que que o motorista siga reto. Ao entrar na área duplicada, por alguns metros ainda haverá cavaletes do lado esquerdo, mas depois o trecho passa a estar liberado para uso de ambas as pistas até o km 30, quando haverá sinalização indicando a redução de velocidade e o afunilamento em uma pista.

Os que viajam no sentido Litoral encontrarão placas indicando a mão única da rodovia logo após a ponte onde está sendo feita a colocação de vigas, no km 30. Ao passar por alguns cavaletes no lado esquerdo, será possível usar as duas pistas até o km 22, nas proximidades da ponte de Ilhota, quando haverá mais cavaletes no lado esquerda da pista para afunilamento dos veículos.

Colunistas