nsc
dc

Mistério

Três presos e perguntas sem resposta: o mistério do sumiço de Amanda Albach em SC

Jovem de 21 anos sumiu no dia 15 de novembro; três pessoas foram presas

03/12/2021 - 10h03 - Atualizada em: 03/12/2021 - 17h17

Compartilhe

Catarina
Por Catarina Duarte
Carolina
Por Carolina Fernandes
Amanda viajou para Imbituba, no Sul catarinense
Amanda viajou para Imbituba, no Sul catarinense
(Foto: )

Completando 18 dias nesta sexta-feira (3), o desaparecimento de Amanda Albach, 21 anos, ainda é um mistério. A jovem mora no Paraná e veio para Imbituba, no Sul catarinense, no feriado da Proclamação da República — 15 de novembro — e não foi mais vista. Na quinta-feira (2), três pessoas foram presas em Canoas, no Rio Grande do Sul, por suspeita de envolvimento no caso.

ATUALIZAÇÃO: Corpo de Amanda Albach é encontrado enterrado em praia de SC

ATUALIZAÇÃO: Amanda Albach foi obrigada a cavar a própria cova em praia de SC, disse suspeito à polícia

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Ao g1 Paraná, a família contou que Amanda viajou para o Litoral catarinense com um casal de amigos. Ainda de acordo com a família, há três meses Amanda passou a vir com frequência para Santa Catarina, onde atuava como promotora de vendas.

— Ela sempre deu notícias, nunca aconteceu de desaparecer assim. A família está muito preocupada e eu estou prestando todo o apoio para eles — disse ao g1, o advogado Michael Pinheiro, acionado por familiares de Amanda.

A última postagem da jovem no Facebook, única rede social pública dela, foi no dia 13 de novembro. Amanda mora em Fazenda Rio Grande, região metropolitana de Curitiba e é mãe de uma criança de dois anos.

Segundo o advogado, a jovem mandou uma mensagem aos pais por volta das 20h40min do dia 15, dizendo que voltaria para casa. Esse foi o último contato entre eles. Depois disso, a jovem não teria mais acessado o WhatsApp.

Amanda teria sido vista em um beach club, na praia de Jurerê internacional, em Florianópolis, após a data. De acordo com o advogado, a informação veio do casal de amigos que a acompanhava na viagem. A polícia não confirmou a suspeita.

Investigações e prisões no RS

Na quinta-feira (2), dois homens e uma mulher foram presos numa ação conjunta das polícias Civis catarinense e gaúcha. O delegado Bruno Fernandes, responsável pelas investigações, não detalhou o motivo das prisões e de que forma o trio está ligado ao sumiço.

A previsão é que até o final desta sexta-feira, a Polícia Civil emita uma nota com mais informações sobre o caso.

> Após acidente, adolescente é arremessado e morre na BR-101, em Joinville

— Estamos com algumas diligências em andamento, então um balanço [da operação] e o repasse de informações se dará após o término destas diligências — pontuou o delegado.

De acordo com a polícia do Rio Grande do Sul, os suspeitos tentaram fugir no momento da prisão. Eles estavam em um carro e quando viram a polícia, teriam jogado o veículo em cima das viaturas. A mulher chegou a pular o muro de uma casa, mas foi presa em seguida.

Não foi informado se o trio conhecia a Amanda ou estava junto com ela em Imbituba. Os presos são parentes entre si — irmão e namorado da mulher.

Leia também 

Vídeo flagra momento em que homem apedreja igreja em Chapecó

Desmaiei, caí e fui muito pisoteado”, diz DJ em julgamento da Boate Kiss

Família de homem morto em abordagem policial em SC contesta resultado do inquérito

Colunistas