nsc
    dc

    Em alerta

    Tubarão avalia ampliar restrições após região somar 15 mortes por Covid-19

    Secretário municipal pediu que população colabore, para que não sejam necessárias medidas mais severas como um possível "lockdown"

    06/07/2020 - 10h21 - Atualizada em: 07/07/2020 - 07h48

    Compartilhe

    Lariane
    Por Lariane Cagnini
    covid
    Cidades de SC tem operado com os leitos no limite em função do coronavírus
    (Foto: )

    Representantes de Tubarão e demais cidades que compõem a Associação de Municípios da Região de Laguna (Amurel) avaliam nesta segunda-feira (6) as medidas conjuntas adotadas em função do coronavírus. São pelo menos 15 óbitos confirmados por Covid-19 nos 18 municípios, sendo quatro deles em Tubarão, conforme dados da Secretaria de Estado da Saúde.

    Nesse momento, a principal preocupação é com o número de leitos de UTI disponíveis pelo SUS, segundo o secretário de saúde de Tubarão Daisson Trevisol. Na cidade são 12 leitos regulares e mais oito que foram criados para pacientes com Covid-19. Até domingo (5), quatro pessoas de Tubarão estavam internadas no Hospital Nossa Senhora da Conceição, entre elas uma criança na UTI pediátrica.

    > Florianópolis atinge 90% de ocupação de UTIs; mais da metade é por leitos de coronavírus

    Em áudio divulgado na manhã desta segunda, Trevisol pediu a colaboração das pessoas no uso de máscara, cuidados de higiene das mãos e para que evitem a socialização. As medidas em conjunto foram adotadas dia 28 de junho, e se for avaliado que elas não estão surtindo efeito, serão necessárias atitudes mais severas como a possibilidade de fazer um lockdown, segundo Trevisol.

    - Nossa preocupação em nível de Amurel é que não se perca o controle da doença, e que não tenhamos mais óbitos. Quando falamos em lockdown, medidas restritivas, nossa preocupação é que as pessoas cumpram seu papel, fiquem em casa, para que não tenhamos que tomar atitudes mais drásticas - explicou.

    > Hospital da Unimed em Balneário Camboriú está com 100% de lotação na UTI

    O Governo do Estado contabiliza 15 óbitos para a região, mas Trevisol fala em 21 mortes, sendo cinco em Tubarão. Os números são diferentes pois há represamento de testes à espera de confirmação na Secretaria de Estado da Saúde (SES), o que atrasa a contabilização. Conforme o município, Tubarão tem 542 casos confirmados, sendo 432 considerados curados. Além dos pacientes na UTI, 24 estão internados na enfermaria.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas