nsc
hora_de_sc

Furto

Tubos de oxigênio desaparecem de hospital na Grande Florianópolis

Equipamentos foram retirados do hospital de Nova Trento por um funcionário de uma empresa terceirizada, que presta serviço para a instituição

19/03/2021 - 07h26

Compartilhe

Caroline
Por Caroline Borges
Tubos de oxigênio são furtados em hospital de Nova Trento
Tubos de oxigênio são furtados em hospital de Nova Trento
(Foto: )

Funcionários do Hospital Nossa Senhora Imaculada Conceição em Nova Trento, na Grande Florianópolis, chamaram a polícia após o desaparecimento de cinco tubos de oxigênio na manhã de quinta-feira (18). Segundo a prefeitura, servidores da unidade de saúde perceberam a falta dos aparelhos por volta das 7h. A Polícia Civil abriu um inquérito de furto para investigar o caso. 

> Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

Um boletim de ocorrências foi feito pela diretora do hospital, Neide Maria Cipriani Motta durante a manhã. Policiais militares usaram imagens de câmeras de monitoramento próximas do hospital para tentar identificar os autores. 

No fim da tarde, os agentes descobriram que os tubos de oxigênio foram retirados do hospital por um funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviço para a instituição. De acordo com a prefeitura, os equipamentos teriam sido levados para um outro hospital da região, mas sem aviso prévio. 

Como a retirada dos tubos não foi avisada para a instituição, o funcionário da empresa que retirou os tubos do hospital será intimado a prestar esclarecimentos para a Polícia Civil. A informação foi repassada pela assessoria da prefeitura nesta sexta-feira (19). 

Até as 7h30, novos tubos não haviam sido entregues na unidade. A prefeitura de Nova Trento, que é a responsável pela administração do hospital, disse que ainda não há previsão para quando os aparelhos serão repostos. 

> Painel do coronavírus: veja a evolução dos casos em SC

O Hospital Nossa Senhora Imaculada Conceição possui um tanque de oxigênio, mas o tubos que saíram do local ficavam estavam reservados para uso em caso de emergência. Todos estavam cheios e lacrados.

A reportagem tentou contato com o delegado responsável pelo caso e a Polícia Militar, mas até às 7h40 não houve retorno.

Leia também:

Acompanhe dados da vacinação em cada município de SC no Monitor da Vacina

Fila de espera por UTIs em SC cresce 63% em duas semanas

Profissional de saúde mostra rotina atendendo pacientes na linha de frente da Covid-19

Colunistas