nsc
    santa

    Pandemia

    Um em cada cinco pacientes com Covid-19 internado em UTI morre em Blumenau

    Dos 19 blumenauenses que tiveram os sintomas mais graves da doença, quatro perderam a vida

    10/06/2020 - 05h00 - Atualizada em: 10/06/2020 - 06h14

    Compartilhe

    Bianca
    Por Bianca Bertoli
    Até o momento Blumenau possui 91 leitos de UTI, 43 deles reservados aos pacientes com Covid-19
    Até o momento Blumenau possui 91 leitos de UTI, 43 deles reservados aos pacientes com Covid-19
    (Foto: )

    Uma em cada cinco pessoas que passa por tratamento intensivo em hospitais de Blumenau devido ao novo coronavírus morre. Os dados são da Secretaria Municipal de Saúde e consideram apenas aqueles que tiveram a contaminação confirmada por testes. Eles mostram que do início da pandemia até esta segunda-feira (8), 19 moradores da cidade precisaram ser internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) por causa da doença. Desses, quatro perderam a vida, o que significa um percentual de 21%.

    ​> Em site especial, saiba tudo sobre o novo coronavírus

    Na luta contra o inimigo invisível, uma parte dos infectados precisa de auxílio médico para vencer o coronavírus, seja em leitos de enfermaria ou UTI. Em Blumenau essa parcela normalmente não passa de 5% em relação ao número total casos confirmados em tratamento, o que é tido como um ponto positivo, já que, conforme lembra a Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB), 20% dos contaminados podem necessitar de hospitalização.

    Leia também: Servidora, mãe e artesã: quem era Vanessa Salm, 1ª vítima da Covid-19  em Blumenau

    "Mãezona" e exemplo de amor ao próximo: quem era Verônica, a 4ª vítima da Covid-19 em Blumenau

    Ao olhar o total de confirmados nesta segunda-feira (8), o percentual de casos graves é ainda menor. Dos 930 contabilizados pela prefeitura, 2% deles foram internados em um dos 91 leitos adultos de UTI que existem nos três principais hospitais da cidade (Santa Isabel, Santa Catarina e Santo Antônio). A Secretaria de Saúde detalha que essas 19 pessoas não estiveram nas unidades ao mesmo tempo, as entradas ocorreram ao longo dos últimos 80 dias. Simultaneamente houve no máximo seis internados em um único dia (considerando dados de abril a junho).

    Coronavírus em Blumenau: mapa interativo mostra número de casos por bairro da cidade

    Conforme o secretário de Saúde, Winnetou Krambeck, os casos mais graves em Blumenau não diferem do perfil já informado pela Organização Mundial da Saúde (OMS): a maioria é formada por idosos ou por quem pertence aos grupos de risco por possuir comorbidades. 

    — Lógico, temos pessoas que saem da curva, que são jovens, que não tem comorbidades, mas é uma parcela muito menor, o que comprova que temos que ter um cuidado todo voltado para essa população que tem maior risco de internação e complicações — analisou Krambeck. 

    A média de duas mortes a cada dez internados é também um pouco menor que o percebido em outras regiões do Brasil. Conforme dados da AMIB, que monitora 13.695 leitos de UTI, cerca de um terço do total do país, três de cada dez brasileiros que passam pelas unidades de tratamento intensivo morrem. O levantamento foi divulgado em uma reportagem do jornal El País no mês passado.

    Nesta terça-feira (9), a prefeitura de Blumenau confirmou 972 casos de Covid-19, sendo que 393 estão em tratamento, 11 deles em hospitais (seis em enfermaria e cinco em UTI). Além disso, há sete casos suspeitos nas unidades, quatro em enfermarias e três em UTI. Entre os vindos de outras cidades há quatro em UTI (dois deles ainda em investigação) e dois infectados em enfermaria. Ou seja, há 12 leitos de UTI ocupados, 27,9% dos 43 reservados para os pacientes com coronavírus.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas