publicidade

Educação
Navegue por

Dia de mobilização

Veja onde e quando ocorrem protestos contra cortes na educação pelo Brasil

Instituições convocam dia de mobilização nesta quarta-feira em todas as regiões do país

15/05/2019 - 10h23 - Atualizada em: 15/05/2019 - 21h00

Compartilhe

Por Folhapress

Os cortes de recursos para educação anunciados pelo MEC motivam protestos nesta quarta-feira diversas regiões do país. Recursos para todas as etapas de ensino, da educação infantil à pós-graduação, foram reduzidos ou congelados. A medida inclui verbas para construção de escolas, ensino técnico, bolsas de pesquisa e transporte escolar.

Os protestos são organizados por sindicatos de professores e servidores das universidades. Devem ter também a adesão de estudantes e de trabalhadores da educação das redes pública e privada de ensino fundamental e médio.

Confira abaixo a relação dos locais de protesto:

SUL

Florianópolis (SC) - Protesto ocorre à tarde no Largo da Alfândega, no Centro. Pela manhã, professores e servidores fizeram ato na UFSC.

(Foto: )

Itajaí (SC): Estudantes do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) protestaram na Avenida Contorno Sul, uma das mais movimentadas da cidade.

(Foto: )

Chapecó (RS) - Ato contou com cerca de 200 pessoas na praça Coronel Bertaso.

(Foto: )

Joinville (SC) - Unidades de ensino aderiram à paralisação nacional. À tarde ocorre manifestação na Praça da Bandeira.

(Foto: )

Camboriú (SC) - Estudantes do Instituto Federal Catarinense (IFC) aderiram ao movimento nacional. Com faixas e cartazes, eles interromperam temporariamente o trânsito na rótula da Avenida Santa Catarina, principal entrada da cidade. Durante a tarde, o protesto deve seguir na Praça da Figueira, no Centro.

(Foto: )

Porto Alegre (RS) - Concentração na frente do Instituto de Educação (IE/Faced) seguida de caminhada até o INSS, no centro. Ato está previsto para o início da noite na Esquina Democrática. Universidades federais paralisaram atividades no RS.

 Protesto na região da UFRGS, em Porto Alegre
Protesto na região da UFRGS, em Porto Alegre
(Foto: )

Curitiba (PR) - Mobilização começou às 8h30min, em frente ao prédio histórico da UFPR, na Praça Santos Andrade. De lá, estudantes e professores partiram em caminhada até o Centro Cívico da cidade.

DISTRITO FEDERAL

Brasília - Após ato em frente ao Museu da República, na Esplanada dos Ministérios, manifestantes marcham até o Congresso.

SUDESTE

São Paulo (SP) - Protesto à tarde na avenida Paulista.

Rio de Janeiro (RJ) - Panfletagem do Museu Nacional, em frente ao Horto Botânico. Manifestantes fazem aulas, palestras, performances e oficinas na Praça 15. À tarde acontece o ato unificado, na região da Candelária.

Belo Horizonte (MG) - Manifestantes promovem panfletagem em pontos da cidade como Estações do MOVE, Praça da Rodoviária e Praça Sete. Após, saem em passeata em direção à Praça da Estação para um ato unificado.

Vitória (ES) - Panfletagem em frente aos portões do campus Goiabeiras pela manhã. À tarde os trabalhos serão exibidos na "Mostra Balbúrdia Universitária". Após sai uma caminhada entre teatro universitário e a Assembleia Legislativa.

NORDESTE

Salvador (BA) - Ato unificado pela manhã na Praça do Campo Grande com concentração em frente à escola de Belas Artes, no Canela.

Recife (PE) - Professores e alunos da Ufpe oferecem serviços de fonoaudiologia, terapia ocupacional e fisioterapia na na Praça do Engenho de Meio. À tarde, o protesto será na Rua da Aurora, próximo ao Ginásio de Pernambuco.

Fortaleza (CE) - Concentração na Praça da Bandeira e marcha pelas ruas do Centro e do Benfica em direção à Reitoria da Universidade Federal do Ceará.

João Pessoa (PB) - Concentração em frente ao Liceu Paraibano, com panfletagem e discursos em carro de som. De lá, os manifestantes seguirão até o Ponto de Cem Réis, onde estará sendo realizado o "Educação na Praça".

São Luís (MA) - Protestos na Área de Vivência da Universidade Federal do Maranhão.

Maceió (AL) - Concentração para manifestação em frente ao Cepa (Centro Educacional de Pesquisa Aplicada).

Natal (RN) - Ato no Campus Central do IFRN. À tarde haverá outro ato público no cruzamento das avenidas Salgado Filho e Bernardo Vieira.

NORTE

Manaus (AM) - Mobilização no Bosque da Resistência, entrada principal do campus da Universidade Federal do Amazonas. Depois ocorre aula pública de filosofia. Às 15h, haverá ato nas praças 5 de Setembro e do Congresso.

Belém (PA) - Protesto na praça da República. De lá, os manifestantes seguem em caminhada até a Assembleia Legislativa do Pará.

Palmas (TO) - Manifestação sairá da Universidade Federal do Tocantins e segue para concentração em frente à Assembleia Legislativa. A programação prevê que alunos mostrem suas atividades de pesquisa e extensão.

Boa Vista (RR) - Fechamento dos portões da Universidade Federal de Roraima pela manhã. À tarde ocorre concentração em frente à universidade, na avenida Ene Garcez, de onde saem em caminhada até a praça do Centro Cívico.

Rio Branco (AC) - Ato público, em frente ao Palácio Rio Branco.

Macapá (AP) - Ato na Praça das Bandeiras.

Porto Velho (RO) - O ato na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado de Rondônia.

CENTRO-OESTE

Goiânia (GO) - Assembleia unificada Praça Universitária.

Campo Grande (MS) - Exposição de trabalhos acadêmicos na Praça Ary Coelho, centro da cidade.

Cuiabá (MT) - Ato de rua em defesa das universidades públicas na Praça Alencastro.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação