nsc
dc

Fim de ano

Veja os melhores horários para fugir de filas rumo às praias no fim de ano em SC

Confira quais os períodos de mais movimento nas rodovias e quando é possível ter viagens mais tranquilas no período de festas

30/12/2021 - 05h32 - Atualizada em: 30/12/2021 - 06h24

Compartilhe

Jean
Por Jean Laurindo
Fila de carros na SC-401, em Florianópolis
SC-401, que dá acesso às praias do Norte da Ilha, em Florianópolis, registra longas filas
(Foto: )

A temporada de verão e as festas de fim de ano chegaram e, com elas, os longos congestionamentos nas rodovias do litoral de Santa Catarina. Quem não quer ficar de fora do movimento nas praias, mas também quer escapar do trânsito, precisa ficar atento aos melhores horários para pegar a estrada e escapar das horas de fila.

Rodovias de SC registram 'invasão' de turistas na reta final de 2021

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

As rodovias de SC registram uma ‘invasão’ de turistas desde o início da semana. Alguns pontos como a BR-101, no Litoral Norte, e a SC-401, que dá acesso às praias do Norte da Ilha, em Florianópolis, registraram quilômetros de filas com a chegada dos visitantes.

A dica para os motoristas nesses locais é basicamente a mesma: sair cedo. Na BR-101, a Polícia Rodoviária Federal aponta que o melhor horário para pegar a estrada é entre 5h30min e 6h da manhã.

— Não tem outra opção: é de manhã cedo. Com luz do dia, visibilidade perfeita, estradas mais vazias e temperatura amena, mais agradável. Sabemos que não é fácil acordar a criançada tão cedo, mas se o motorista quiser ter uma viagem tranquila, é esse o horário. Porque o resto do dia vai ser de rodovias lotadas, principalmente a BR-101 — explica o inspetor da PRF de SC, Adriano Fiamoncini.

Veja os melhores horários para pegar a estrada em SC

BR-101 — trecho Norte

Operação da PRF na BR-101
BR-101 tem operação da PRF e registra fluxo intenso de veículos durante o fim do ano
(Foto: )

No trecho Norte da rodovia que corta o Litoral de SC, os horários de maior movimento são do meio-dia até a meia-noite, segundo a concessionária Arteris, que administra a rodovia. Com isso, quem quiser evitar o período de maior fluxo, deveria optar pela madrugada ou pela manhã.

A empresa projeta uma média de 45% de aumento no fluxo da rodovia nesse período de fim d ano. Em algumas datas, o volume pode até dobrar. As maiores quantidades estão previstas para o domingo, 2 de janeiro, com 330 mil veículos nas quatro praças de pedágio, esta quarta-feira (29), com 307 mil, e a segunda-feira (3), com 298 mil. De 20 de dezembro a 4 de janeiro, 4,2 milhões de veículos devem passar pelo trecho administrado pela concessionária.

A Polícia Rodoviária Federal complementa que o melhor horário para fugir das filas é justamente após o amanhecer, entre 5h30min e 6h, quando já há luz do sol, mas a rodovia ainda tem poucos carros.

Uma das preocupações é o trecho de Balneário Camboriú, que tradicionalmente já registra longas filas e neste ano tem atrativos como a faixa de areia alargada e o show de fogos, que na maioria das cidades foi cancelado por causa da pandemia.

Melhores horários

Horário de pico: das 12h à 0h

Melhor horário para trafegar: entre 5h30min e 6h

Fontes: Arteris e PRF

BR-101 — trecho Sul

No parte Sul da BR-101, a CCR Via Costeira, concessionária que cuida daquele trecho da rodovia, informa que devem passar 600 mil veículos por aquele percurso entre esta quinta-feira (30) e domingo (2). O maior fluxo deve se concentrar nos dias 30 e 31.

Melhores horários

Horários de pico: na quinta-feira (30), das 7h às 19h, e sexta-feira (31), das 7h às 16h

Melhor horário para trafegar: entre 5h30min e 6h

Fontes: CCR Via Costeira e PRF

BR-470

Assim como na BR-101, a orientação para os motoristas que trafegarem na BR-470 é de optar pelas primeiras horas da manhã, por volta das 6h, para escapar das filas. A rodovia liga cidades do Vale e o Alto Vale do Itajaí até a região de Navegantes, com acesso a Itajaí e Balneário Camboriú.

Rodovias estaduais

Fila de carros na SC-401, em Florianópolis
Rodovias estaduais como a SC-401 têm maior fluxo em direção às praias das 8h às 15h
(Foto: )

A SC-401, que leva às praias do Norte da Ilha, em Florianópolis, foi uma das que registrou longos congestionamentos durante esta semana. O caso das rodovias estaduais, a Polícia Militar Rodoviária (PMRv) também orienta que os trajetos de ida às praias ocorra cedo, antes do horário de pico, e que a volte para casa seja antecipada ou então, adiada para a noite. A dinâmica, segundo o tenente-coronel Marcus Vinícius dos Santos, se repete em outras rodovias estaduais que dão acesso a praias de outras regiões de SC.

Melhores horários

Horários de pico: das 8h às 15h, no sentido de ida para as praias, e 15h às 20h, na volta para casa.

Melhores horários: até as 8h, na ida para as praias, e antes das 15h ou depois das 20h, no retorno.

Fontes: PMRv

Vias municipais

Fila de carros na Avenida Beira-Mar, em Florianópolis
Trecho da Avenda Beira-Mar, em Florianópolis, também registra fila no acesso ao Norte da Ilha
(Foto: )

Além das rodovias federais e estaduais, vias municipais também sofrem com o congestionamento com o excesso de veículos desta época do ano.

Em Florianópolis, por exemplo, quando a SC-401 trava, as filas costumam se estender para o acesso do elevado do CIC, causando filas até a Avenida Beira-Mar. Outro gargalo histórico da cidade é a região da Lagoa da Conceição.

O subcomandante da Guarda Municipal de Florianópolis, Ricardo Pastrana, diz que para quem vai para a região das praias, o ideal é pegar a estrada até no máximo 8h. Depois disso, a movimentação já começa a ficar intensa.

— Em geral, temos um horário de menor movimentação entre 6h, 7h, e depois das 9h até meio-dia começa o movimento de quem vai almoçar nesses locais (praias ou Lagoa). Há um breve intervalo entre meio-dia, 13h, e depois já recomeça o movimento de quem vai para passar a tarde, ou então já começa a retornar — detalha.

Fonte: GMF

Leia também

Balneário Camboriú atinge 97% de ocupação nos hotéis para o Réveillon

Baba Vanga que previu 11 de setembro fala sobre nova pandemia em 2022

Catarinense do "Casamento às Cegas" é expulso de balada em Florianópolis

Colunistas