nsc
dc

Tecnologia

Vídeos geram 30% mais vendas do que fotos, revela estudo

A conclusão é da VidMob, martech pioneira no uso da inteligência artificial e machine learning para vendas

03/10/2021 - 08h00

Compartilhe

Por Fabrício Vitorino
video-vendas-estudo-tech-sc
Pesquisa concluiu que anúncios em vídeo apresentaram aumento de 30% em conversão de vendas quando comparados com anúncios estáticos
(Foto: )

Quer vender nas redes sociais? Então, aposte em bons vídeos. A conclusão é da VidMob, martech pioneira no uso da inteligência artificial e machine learning para vendas. Após analisar o comportamento de usuários que viram anúncios e fizeram compras nas redes sociais em 28 dias, a empresa concluiu que anúncios em vídeo apresentaram um aumento de 30% em conversão de vendas quando comparados com anúncios estáticos.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Já com relação ao tempo, vale apostar em vídeos de até cinco segundos. Eles tiveram uma taxa de compra 167% maior do que aqueles mais longos. Quando comparados a vídeos de 16 segundos, os mais enxutos geraram uma taxa 700% maior de conversão. E, quando comparados àqueles de 6 a 9 segundos, a taxa foi de 100%.

> Blusoft Acate cria programa de TI voltado para jovens a partir de 15 anos

E um dado curioso: a palavra “obter” apresentou uma taxa de compra 53% maior do que “Comprar”. E o uso de “Limitada” em anúncios estáticos aumentou a taxa de compra em 20% em comparação com o uso de “Agora”. O relatório analisou 12 mil anúncios, de 1,2 mil campanhas, totalizando mais de 3,2 bilhões de impressões, realizadas por 68 grandes marcas no Instagram e Facebook.

> 99Carona, rival do BlaBlaCar e Waze Carpool, chega a toda Santa Catarina

Aliás, vale lembrar, “martech” é a junção das palavras “marketing” com “technology’. Ela diferencia as empresas que usam a plataforma para potencializar campanhas digitais de marketing.

Leia também:

> Museu em Blumenau vai expor maior acervo de produtos da Apple no Brasil

> Falta de especialização impacta áreas da economia catarinense

Colunistas