nsc
santa

Pânico

Vídeos mostram ação de criminosos em Porto Belo durante assalto a cooperativa

Imagens mostram momento em que criminosos rendem funcionárias

22/09/2021 - 14h40 - Atualizada em: 23/09/2021 - 07h45

Compartilhe

Por João Victor Góes
Assaltantes renderam funcionários da cooperativa de crédito
Assaltantes renderam funcionários da cooperativa de crédito
(Foto: )

Novos vídeos divulgados do assalto a uma cooperativa de crédito de Porto Belo, no Litoral Norte de Santa Catarina, mostram a ação dos assaltantes durante o crime registrado no final de manhã desta quarta-feira (22).

> Receba notícias de Blumenau por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Santa

Nas imagens é possível observar os criminosos chegando na agência em um Chevrolet Cruze. Na sequência, dois homens descem do carro, entram no estabelecimento e começam a chutar uma porta de vidro. Também é possível ver que o motorista sai do veículo para recolher um objeto que um dos comparsas deixou cair.

Já no interior da cooperativa, os criminosos rendem duas funcionárias e chegam até o cofre, de onde cometem o roubo. Por fim, eles deixam o local e fogem no carro.

Assista ao vídeo

Relembre o crime

De acordo com informações preliminares da Polícia Militar, pelo menos três criminosos participaram da ação. A estimativa é que os assaltantes tenham levado cerca de R$ 90 mil, além dos pertences das vítimas.

Ainda segundo a PM, os assaltantes estouraram os vidros da entrada, renderam o segurança e anunciaram o assalto.

Testemunhas que estavam dentro da agência afirmam que os suspeitos pediram calma e que ninguém iria se machucar. Outra testemunha diz que os assaltantes conversavam por rádio comunicador com uma terceira pessoa que esperava do lado de fora.

Os criminosos fugiram em um Chevrolet Cruze de cor prata. O veículo foi abandonado durante a fuga em uma área de mata próximo ao local do crime.

As polícias Militar e Civil ainda fazem buscas pelos suspeitos. O helicóptero Águia participa da ação. Até às 15h30 ninguém foi localizado.

Leia também

> SC pede à Justiça liberação do dinheiro bloqueado do caso dos respiradores

> TCE manda suspender contrato e recolher máscaras entregues às escolas em SC

> Hildebrandt turbina segundo mandato em Blumenau com R$ 480 milhões em empréstimos

Colunistas