Uma das vistas mais “instagramáveis” do Japão está agora bloqueada por uma cortina. O excesso de turistas fez com que uma cidade decidisse obstruir a vista do monte Fuji em frente a uma loja de conveniência, muito procurado para fotos. As informações são do g1.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

A cidade de Fuji-Kawaguchiko, a 50 quilômetros de Tóquio, viralizou na internet em 2022. Além do monte Fuji, famoso e sagrado para os japoneses, o local que virou parada obrigatória de turistas chama atenção pela loja de conveniência que se “encaixa” na base da montanha.

Contudo, não demorou muito para que os problemas também chegassem. De acordo com a população local, de menos de 25 mil habitantes, sujeira, falta de educação, riscos de atropelamento e estacionamento ilegal faziam parte da nova rotina da cidade.

Por conta disso, uma cortina preta, com 2,5 metros de altura e 20 metros de comprimento, foi instalada. A tentativa é de obstruir a vista e assim atrapalhar as fotografias dos turistas. O novo item é também um símbolo da luta do país contra um pico de visitantes, registrado recentemente.

Continua depois da publicidade

O Iene, moeda japonesa, registrou o menor valor em 34 anos. Com isso, muitos visitantes foram atraídos pelo turismo no Japão, o que é bom para a economia local, mas representa um turismo exagerado em algumas cidades.

Entre os locais mais procurados está o monte Fuji, com 3.776 metros de altura. Autoridades têm buscado alternativas para conter os danos provocados pela presença de multidões, e também restringiram caminhadas em torno do monte, com a cobrança de uma taxa de trilha de 2.000 ienes (cerca de R$ 65,60) por pessoa.

Leia também

Artista de quadrinhos em SC e dubladora no game The Last of Us Part II fala sobre profissão

Cem anos depois, Paris promete fazer história novamente

Destaques do NSC Total