nsc
dc

Explosivos

Volume de dinamite recolhido em Criciúma pode passar dos 100 quilos, diz Polícia Civil

Batalhão especial vai fazer a pesagem oficial do material em Florianópolis

24/09/2019 - 18h06 - Atualizada em: 24/09/2019 - 21h52

Compartilhe

Lariane
Por Lariane Cagnini
Bope recolheu os explosivos
(Foto: )

Pode passar de 100 quilos a carga de dinamites encontrada em Criciúma no início da tarde desta terça-feira (24). A pesagem oficial será realizada em Florianópolis pela equipe do Batalhão de Operações Especiais (Bope), que foi acionado para recolher o material.

A informação é da Polícia Civil, que investiga o furto de explosivos ocorrido na semana passada em uma mina em Treviso, cidade vizinha.

Na quinta-feira da semana passada, quatro homens furtaram o depósito de uma carbonífera em Treviso, e levaram 175 quilos de explosivos, além de 370 iniciadores, conhecidos como estopim. Segundo o delegado Ivaldo Gregório Inácio, que investiga o caso, é provável que a dinamite encontrada em Criciúma seja a mesma.

Dias depois, na madrugada de domingo, um homem foi preso com três bananas de dinamite em Criciúma. Foi confirmada a origem do material, era o mesmo levado da carbonífera, porém o suspeito não informou onde estaria o restante do estoque.

O delegado aguarda o laudo do Bope para saber se a dinamite era da mesma carga levada pelos bandidos, e as investigações continuam. Durante a tarde, a Polícia Militar isolou o local por precaução, e pouco antes das 19h o trânsito já estava liberado na Rodovia Arquimedes Naspolini.

Os explosivos foram deixados no acostamento da estrada, e a PM foi acionada por um morador que viu o material no início da tarde de hoje.

a
Explosivos foram deixados no acostamento
(Foto: )

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Polícia

Colunistas