O cervo exótico que apareceu em Ibirama, no Alto Vale do Itajaí, mobilizou uma verdadeira força-tarefa para salvá-lo. Com fratura exposta em uma das pernas, o animal foi resgatado ferido e nesta sexta-feira (8) deve passar por uma avaliação de especialista, que definirá o futuro do animal.

Continua depois da publicidade

ATUALIZAÇÃO: Morre cervo exótico que mobilizou força-tarefa para salvá-lo em SC

Da espécie Axis axis, de origem indiana, o cervo foi levado pela Polícia Militar Ambiental para o zoológico de Balneário Camboriú, onde recebe atendimento adequado. Porém, até chegar ao local, a história foi longa.

Macho, adulto e com mais de 100 quilos, o mamífero foi visto em uma região de mata durante a manhã de quinta-feira (7) pela moradora do bairro Areado, Maria Gonçalves, de 60 anos. Ela gravou com o celular o momento em que visitante corria dos dois cachorros dela em meio às águas de uma cachoeira.

Pouco tempo depois, ainda pela manhã, vizinhos conseguiram capturar o animal e com a ajuda de cordas o mantiveram amarrado até a chegada dos bombeiros voluntários. Foi o primeiro passo da força-tarefa que surgiu instantaneamente. Àquela altura já era possível ver machucados em duas pernas, uma delas com o osso exposto.

Continua depois da publicidade

Inscreva-se e receba notícias pelo WhatsApp do Vale do Itajaí

Os socorristas pediram o auxílio do médico veterinário Iaran da Silva, que atua em uma clínica na cidade. Iaran conta que fez o primeiro atendimento ao animal, que já estava bastante debilitado.

– Ele sofreu muito. Na fratura exposta perdeu parte do osso e na outra perna tinha um pedaço de plástico que fazia um torniquete. Ele deve ter prendido quando era menor e cresceu com aquilo apertando – detalha o profissional.

Veja fotos do resgate

Iaran retirou o objeto que estava esmagando a perna do cervo e fez uma tala para o osso quebrado. Todo o trabalho junto com a equipe e as medicações necessárias foram fornecidos voluntariamente. O grupo se dedicou ao “paciente” por horas durante a tarde, inclusive para encontrar uma viatura que o levasse para Balneário Camboriú.

Continua depois da publicidade

O mamífero foi sedado para a viagem e chegou bem. Na tarde desta sexta ele será avaliado por um profissional especialista na área para que seja definido o que será feito.

Axis axis é uma espécie invasora no Brasil e pode gerar impactos negativos na fauna. A hipótese de especialistas é de que eles tenham sido introduzidos no país em fazendas de caça, para que caçadores pagassem para matar o animal.

O primeiro registro oficial dele em Santa Catarina foi feito em 2019 em São José do Cedros, no Oeste.

Leia mais

Cervo nativo da Índia é flagrado correndo pelas ruas de Jaraguá do Sul; veja vídeo

Destaques do NSC Total