Com a convenção marcada para 23 de julho, na Alesc, o MDB em Santa Catarina teve a primeira inscrição para a disputa ao governo do Estado. Foi na tarde desta segunda-feira (11) que o ex-prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli, entregou o documento para oficializar a intenção de concorrer nas Eleições 2022. Ele fez a entrega oficial diretamente ao presidente estadual do MDB-SC, Edinho Bez.

Continua depois da publicidade

Leia tudo sobre as Eleições 2022

Com isto, Antídio entra de vez na briga interna para ser o candidato emedebista mesmo com resistência da bancada estadual e de parte dos prefeitos. O ex-prefeito manteve a posição que havia anunciada há alguns dias de que se manteria como pré-candidato depois que o governador Carlos Moisés da Sila (Republicanos) decidiu recusar o nome dele como vice na chapa de tentativa de reeleição.

Edinho Bez afirma que vai levar para a convenção todas as inscrições feitas. Nos bastidores, cogita-se que um grupo possa inscrever uma composição com o ex-prefeito de Joinville Udo Döhler como vice de Moisés. Um encontro nesta terça-feira, na Alesc, deve encaminhar esta possibilidade.

Ao todo, 540 membros do MDB votam na convenção marcada para o dia 23.

Continua depois da publicidade

Leia também:

Ninguém apaga o incêndio no MDB em SC, e crise pode acabar na Justiça

Décio fecha o rosto e Vignatti sorri: a foto que resume a indefinição da esquerda em SC

Destaques do NSC Total