nsc
nsc

É crime

Bandeira nazista é balançada por homem em prédio de Florianópolis; Polícia Civil investiga

Compartilhe

Ânderson
Por Ânderson Silva
15/05/2021 - 13h12 - Atualizada em: 15/05/2021 - 15h39
Homem com bandeira nazista em sacada de prédio em Florianópolis
Homem com bandeira nazista em sacada de prédio em Florianópolis (Foto: Reprodução)

O vídeo de um homem agitando uma bandeira nazista no Centro de Florianópolis circula nas redes sociais. A gravação mostra o morador na sacada como se fizesse uma exaltação ao símbolo. O fato ocorreu na Rua Bocaiúva, uma das mais tradicionais da Capital catarinense. O caso está sendo acompanhado pela Polícia Civil (veja mais abaixo).

O vídeo foi divulgado nas redes sociais pelo advogado Rodrigo Sartoti, que é especialista em Direito Constitucional e morador de Florianópolis, mas não foram feitas por ele. As imagens seriam da noite de quinta-feira (13).

Jovem sofre ataques homofóbicos e ameaças de morte com símbolos nazistas em Imbituba

Segundo Sartoti, o o caso deve ser investigado por órgãos estaduais como a Polícia Civil e o Ministério Público (MP-SC). Caso fosse uma divulgação em canais de internet, a ocorrência poderia ser acompanhada pela Polícia Federal. A coluna procurou a Polícia Civil, que respondeu através da assessoria de imprensa: "as providências legais estão sendo tomadas, mas não é possível passar mais informações neste momento".

Bandeiras nazistas hasteadas na residência do governador do RJ assustam; entenda

O ato pode ser enquadrado no artigo 20 da lei 7716/89, que trata sobre "Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional". O inciso primeiro do artigo ainda configura "Fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo". A pena de prisão, neste caso, pode variar de dois a cinco anos de prisão.

Vídeo compartilhado nas redes sociais:

Gean Loureiro se manifesta

No Twitter, o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, disse que pediu investigação do caso à secretaria Municipal de Segurança. Segundo informação repassada a ele, o homem teria problemas psiquiátricos. Mas isso será confirmado durante a investigação policial. Assim como informado acima pela coluna, ele disse que a Polícia Civil está no caso.

Leia mais:

Candidato a vereador que tinha suástica nazista na piscina em SC é expulso do partido

Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Mais colunistas

    Mais colunistas