Uma vez ou outra a Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) aprova projetos que denominam cidades catarinenses com títulos que fazem referência a seus potenciais. Mas, nesta segunda-feira (14), o governador Carlos Moisés da Silva sancionou oficialmente uma lei inusitada. O município de Curitibanos, que até então era conhecida como a “Capital Catarinense do Alho”, passa a se chamar o “Coração do Estado de Santa Catarina”.

Continua depois da publicidade

> ​Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Desde 2004 a cidade do Meio-Oeste tinha o título de capital do alho por ser um dos principais produtores do bulbo no Estado. Em 2019, o deputado Nilso Berlanda (PL) apresentou uma proposta para denominar Curitibanos como o “coração” do Estado pela sua localização no “centro” do mapa catarinense.

A sanção da troca inusitada de nomes ocorreu de forma simbólica na última sexta-feira (11), quando o governador esteve na cidade. Com a presença do autor do projeto, Moisés assinou a nova lei.

Denominação das cidades de SC

O Estado tem uma lei de 2015 que consolida as denominações dos municípios. Nela estão todos os projetos aprovados na Alesc desde 2000, quando Rio do Oeste, no Alto Vale, passou a ser chamada de “Capital Nacional da Polenta”, e Vidal Ramos, na mesma região, teve aprovada a proposta de “Capital Nacional do Doce”.

Continua depois da publicidade

Leia mais:

Exame de anticorpos da Covid-19? Infectologista de SC não vê efetividade no pós-vacina

Reforma da Previdência em SC vai prever economia de até R$ 37 bi em 20 anos

Destaques do NSC Total