Até o próximo domingo, 25 de fevereiro, Marilisa Boehm (PL) é a governadora em exercício de Santa Catarina. A vice-governadora do Estado assumiu a cadeira com a ida de Jorginho Mello (PL) até os Emirados Árabes, numa missão internacional que se iniciou no sábado (17). Pela agenda prévia de Marilisa, a atenção dela estará voltada para os temas ligados às mulheres catarinenses.

Continua depois da publicidade

Pressionado, Jorginho antecipa volta dos Emirados para ir a ato de Bolsonaro

Nesta segunda-feira (19), haverá uma reunião com as mulheres que integram o secretariado do governo de SC. A pauta será o planejamento de ações para março, o mês das mulheres, e para o decorrer do ano. Durante a semana, também estará em Joinville visitando a Sala Lilás, que é o espaço de atendimento humanizado e especializado para mulheres vítimas de violência.

Na quarta-feira, a governadora em exercício e a diretora de Ciência, Tecnologia e Inovação da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), Valeska Tratsk, anunciam dois editais de estímulo à participação feminina no empreendedorismo, na ciência, na tecnologia e na inovação. Serão destinados R$ 5 milhões para a terceira edição do programa Mulheres+Tec e para a primeira edição Mulheres+Pesquisa. O anúncio será realizado em Florianópolis durante encontro com empreendedoras de todas as regiões catarinenses.

No sábado (24), ela estará na abertura da Safra Nacional da Maçã, em São Joaquim. Também deve ir à abertura da Feira Estadual do Milho (ExpoFemi), em Xanxerê, no Oeste. Ao longo da semana, outras agendas serão confirmadas.

Continua depois da publicidade

Leia também:

Entre o bolsonarismo e a gestão: a relação de Jorginho e Lula

Destaques do NSC Total