nsc
nsc

Aquisições do Estado

Licitações de compras em Santa Catarina serão centralizadas

Compartilhe

Ânderson
Por Ânderson Silva
18/09/2021 - 07h27
Centro Administrativo do governo de Santa Catarina
Centro Administrativo do governo de Santa Catarina (Foto: Felipe Carneiro/NSC Total)

Em fase inicial, o projeto da Central Estratégica de Compras do governo de Santa Catarina vai ser colocado em prática de forma gradual no começo de 2022. Coordenado pela secretaria de Administração, (SEA) o programa prevê que todas as licitações de compras do Executivo sejam feitas dentro da própria pasta. Assim, a previsão é de uma economia que pode chegar aos 25% do valor investido atualmente nas aquisições.

> Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

Atualmente, algumas compras já são feitas na nova modalidade, que conta com o apoio de órgãos fiscalizadores como Tribunal de Contas do Estado (TCE). Dentro da SEA será formada uma equipe compostas por servidores especialistas em editais e pregoeiros. Isso porque a ideia é que as licitações sejam feitas no modelo de Pregão Eletrônico em que os concorrentes disputam apresentando o menor preço.

Devem ficar de fora do projeto apenas secretarias com atuação muito específica como o caso da Saúde (que ainda pode ser reavaliado) e a Infraestrutura, por conta das obras). Processos de compra de unidades fora de Florianópolis e aqueles inseridos em uma lista de exceção também não serão centralizados. Hoje em dia alguns processos já ocorrem no novo formato.

A Central é coordenada pela diretora de Licitações e Contratos da secretaria, Karen Bayestorff Duarte, e pela gerente do projeto, Carla Giani da Rocha. Segundo elas, compras que são comuns entre as secretarias poderão ocorrer em uma só licitação sem a necessidade de que cada pasta faça a sua. Em janeiro de 2022, a previsão é que nove órgãos sejam integrados ao projeto. Depois, em ondas, entram outros 13 até que toda a estrutura de governo seja incluída na Central.

Espaço na foto

Moisés assina convênio com governo federal no Ministério da Infraestrutura
Moisés assina convênio com governo federal no Ministério da Infraestrutura
(Foto: )

Apesar de a briga pela alocação de recursos estaduais nas rodovias federais ter sido encampada pelo governador Carlos Moisés da Silva (sem partido), o ato de assinatura do convênio teve forte presença da bancada federal, inclusive de críticos ao governo. Isso chamou a atenção de pessoar do entorno de Moisés. Fato é que durante a assinatura o pessoal ficou bem próximo um do outro para aparecer na foto.

Leia também:

Surdos de Florianópolis terão rota cultural exclusiva

"O Mercado Público é totalmente seguro", defende prefeito de Florianópolis

Governo Bolsonaro envia projeto para devolver dinheiro cortado das BRs catarinenses

Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Mais colunistas

    Mais colunistas