nsc
nsc

Gastronomia

Gengibre: quais os benefícios, como armazenar e como utilizar nos preparos de doces e salgados

Compartilhe

Beto
Por Beto Barreiros
16/01/2021 - 07h00
Gengibre raiz e em pó
Existe opção de utilizar o gengibre natural, na forma de raiz, ou em pó (Foto: Pexels, banco de imagens)

O gengibre é largamente usado para ajudar no emagrecimento, tratar a má digestão, azia, enjoo, gastrite, resfriado, colesterol alto, pressão alta, tosse, dores musculares, e artrite. O gengibre é uma planta medicinal que possui sabor apimentado e que pode ser utilizado para temperar alimentos, diminuindo a necessidade de sal. Ele também é utilizado para tratamento de resfriados e inflamações.

> Os benefícios da folha de louro na comida

O gengibre faz parte da culinária japonesa, indiana, tailandesa e chinesa. Seu sabor é uma mistura de frescor, doce e picante. No Brasil, é mais utilizado cortado em fatias principalmente para dar um toque nas comidas orientais. O gengibre também é muito utilizado em doces e para aromatizar sobremesas como pudins e arroz doce. 

Fresco, o gengibre é mais aromático, desta forma é ultizado no tradicional quentão das festas juninas, sopas, purês, molhos, peixes, aves e carne bovina.

> Saiba onde comer frutos do mar em Florianópolis

Quando estiver na feira, opte pelo gengibre fresco, que tem que ser firme e com as pontas não ressecadas. Ele pode ser conservado na geladeira por duas semanas e também pode ser congelado.

> Como fazer caldo de legumes

Beto Barreiros

Colunista

Beto Barreiros

Representante da cultura da Ilha de Santa Catarina, Beto apresenta suas receitas e dá dicas sobre produtos e tendências. Beto é o criador do famoso Box 32, no Mercado Público de Florianópolis.

siga Beto Barreiros

Beto Barreiros

Colunista

Beto Barreiros

Representante da cultura da Ilha de Santa Catarina, Beto apresenta suas receitas e dá dicas sobre produtos e tendências. Beto é o criador do famoso Box 32, no Mercado Público de Florianópolis.

siga Beto Barreiros

Mais colunistas

    Mais colunistas