nsc
nsc

Entrevista

"O Fundeb vai revolucionar a educação", diz deputado cego que presidiu o encerramento da sessão de votação

Compartilhe

Carolina
Por Carolina Bahia
22/07/2020 - 12h56
deputado
Deputado Felipe Rigoni. (Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)

*Por Silvana Pires

A Câmara deu um passo importante para a educação brasileira ao aprovar na noite de terça-feira (21) o novo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). E o gesto do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ao ceder a presidência da sessão a Felipe Rigoni (PSB-ES) – primeiro deputado cego eleito no país – é um importante recado: o Brasil precisa de inclusão.

A coluna conversou com Felipe Rigoni nesta manhã, que contou que foi surpreendido pela decisão de Maia:

— Fui super pego de surpresa, por isso que fiquei muito emocionado. Foi um dia não só pela honra e simbolismo de eu poder finalizar a votação, mas pela vitória que é o Fundeb. Por mais que existam divergências, ele vai ser revolucionário para a educação. É maior, mais justo e mais eficiente. Fico emocionado com isso tudo, com o quanto que significa para as pessoas mais carentes.

Sobre a importância do novo Fundeb, Rigoni afirmou que o fundo vai transformar muito a educação brasileira:

— Você tem uma disparidade muito grande em quanto que cada município consegue para a educação. Tem municípios no Brasil que ganham R$ 19 mil por aluno a cada ano, e tem município que não chega a R$ 2 mil. O novo Fundeb é mais justo, porque pega esses recursos e distribui de uma maneira melhor, garantindo as condições mínimas de educação para todo o país. Por outro lado, talvez ainda mais importante, seja por mecanismos de transparência, seja por inciativas financeiras, a gente coloca um grande sistema de incentivo para promoção de resultados. Isso vai induzir uma série de prefeituras e redes educacionais a focarem nisso, no aprendizado do aluno. É isso que vai transformar, vai transformar muito.

Durante o encerramento da votação na Câmara, visivelmente emocionado, Rigoni lembrou que foi a educação que o fez chegar até a Câmara:

> Proposta de reforma tributária do governo traz novo ânimo à economia

— Se tem alguma coisa que me fez chegar até aqui neste momento foi a educação que os meus pais puderam me dar, mas puderam me dar por razões que outros pais não podem dar para seus filhos e filhas. Então, hoje nós estamos fazendo algo muito histórico no nosso país.

Carolina Bahia

Colunista

Carolina Bahia

O olhar de Santa Catarina no dia a dia da política nacional. O que acontece em Brasília e os feitos no Estado das decisões tomadas na capital do país.

siga Carolina Bahia

Carolina Bahia

Colunista

Carolina Bahia

O olhar de Santa Catarina no dia a dia da política nacional. O que acontece em Brasília e os feitos no Estado das decisões tomadas na capital do país.

siga Carolina Bahia

Mais colunistas

    Mais colunistas