publicidade

Navegue por
César

César Seabra

"O livro sempre vence. E vai triunfar de novo", afirmam Miriam Leitão e Sérgio Abranches

Compartilhe

Por César Seabra
17/07/2019 - 15h30 - Atualizada em: 17/07/2019 - 22h03
Miriam Leitão e Sérgio Abranches (Imagem: montagem sobre fotos)
Miriam Leitão e Sérgio Abranches (Imagem: montagem sobre fotos)

Cortados da Feira do Livro de Jaraguá do Sul devido à intolerância nas redes sociais e até a ameaças físicas, a jornalista Miriam Leitão e o sociólogo Sérgio Abranches me enviaram a seguinte nota:

"Isso vai além de nós. A intolerância está se tornando ameaçadora à liberdade de expressão, que é a base da democracia. Falaríamos do amor aos livros e, por isso, ficamos encantados com o convite. A nossa certeza é de que o livro sempre vence. Ao longo da História venceu as fogueiras, as proibições e a censura. E vai triunfar de novo."

Vergonha da situação

Em entrevista para a colunista Dagmara Spautz, o coordenador artístico do evento contou se sentir envergonhado com a situação.

- Como escritor, tenho vergonha de falar para a Miriam Leitão que não posso trazê-la porque não tenho como garantir sua segurança - disse.

Repercussão

O caso repercutiu em jornais e sites de todo o país e foi tópico nas redes sociais de pessoas como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o jornalista Glen Greenwald.

Ainda não é assinante? Faça sua assinatura do NSC Total para ter acesso ilimitado do portal, ler as edições digitais dos jornais e aproveitar os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação