nsc
    nsc

    Coronavírus

    Bombeiros enfrentam provocações por medidas de prevenção nas praias em SC; assista

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    13/09/2020 - 10h32 - Atualizada em: 13/09/2020 - 13h12
    Movimento na Praia Central de Balneário Camboriú no sábado
    Movimento na Praia Central de Balneário Camboriú no sábado (Foto: Wagner Assonalio, Divulgação)

    Vídeos feitos por um banhista e compartilhados nas redes sociais neste sábado (12) mostram a provocação aos bombeiros que atuam na Praia Central de Balneário Camboriú, e que têm trabalhado na fiscalização das regras estaduais de permanência nas praias. O homem fala em “repressão bombeirística”.

    > Banhistas desrespeitam decreto e lotam a Praia Brava em Itajaí

    Nas imagens, ele também se refere aos agentes da Guarda Municipal, que tem pontos de fiscalização das medidas de prevenção contra o coronavírus espalhados pela Avenida Atlântica.

    Bombeiros ouvidos pela coluna relatam que têm enfrentado resistência dos banhistas, especialmente nas últimas semanas. Eles orientam as pessoas a não permanecerem aglomeradas na faixa de areia e a usarem máscaras, conforme determina o decreto estadual.

    Balneário Camboriú é a única cidade da região onde o serviço de prevenção de praia, pelo Corpo de Bombeiros, é mantido durante o ano todo. Com a pandemia, eles acumularam a função de garantir o cumprimento das regras.

    O sodado Wagner Assonalio diz como ocorre a resistência:

    - Muitos não querem obedecer a legislação, nem o uso da máscara, e já somos recebidos com piadas, xingamentos. O pessoal está estressado, perguntam se não temos mais o que fazer. A gente vira as costas, e eles voltam para a areia – comenta.

    Os comentários de quem se nega a cumprir as regras vão desde argumentos de incoerência das medidas até teorias da conspiração.

    A fiscalização das medidas preventivas tem sido um desafio para as autoridades em Santa Catarina. Embora a situação da pandemia tenha melhorado de forma geral no Estado, a região de Balneário Camboriú – como a maior parte das cidades catarinenses – segue em nível grave de risco, de acordo com a classificação estadual.

    A Secretaria de Estado da Saúde está trabalhando na criação de novos protocolos, para liberar atividades. A expectativa é que as praias também possam ter novas regras em breve.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas