nsc
    nsc

    Pandemia

    Coronavírus: Florianópolis avaliará reserva de espaço na praia via app para manter distanciamento

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    11/08/2020 - 08h34
    Praia do Campeche, em Florianópolis, antes da pandemia
    Praia do Campeche, em Florianópolis, antes da pandemia (Foto: Tiago Ghizoni, Arquivo NSC)

    A iniciativa da prefeitura do Rio de Janeiro, de fazer a reserva de espaços nas areias das praias cariocas por aplicativo, para conter as aglomerações, é observada com atenção por outras cidades litorâneas no país. Inclusive por Florianópolis, onde o prefeito Gean Loureiro não descarta uma tecnologia semelhante quando as praias forem liberadas – o que, por enquanto, não tem data para ocorrer.

    - Se funcionar bem, pode ser uma alternativa para cá. Se eles fazem antes, poderemos avaliar se funciona ou não – diz o prefeito.

    > Praias de Florianópolis registram aglomerações e moradores são abordados por descumprir regras

    > Réveillon segue nos planos em Florianópolis e Balneário Camboriú apesar do coronavírus

    Florianópolis já adotou medidas que contam com a tecnologia na gestão da pandemia, como no monitoramento de suspeitos e contaminados pelo novo coronavírus, que é feito pelo robô Laura, e no serviço de check in por QR Code, que será avaliado pelo Ministério do Turismo esta semana, com a possibilidade de implantação nacional.

    Nesse sentido, adotar o aplicativo para as praias é visto como uma alternativa factível pela prefeitura. Gean diz, no entanto, que não há data para os banhistas voltarem a colocar o pé na areia na Capital.

    - Ainda estamos buscando o controle da aceleração. Enquanto não houver declínio, evitamos fazer novas flexibilizações. Quando for a hora, avaliaremos como retornar. Mas não é o momento – afirmou.

    O prefeito diz que o retorno exigirá “distanciamento e cuidado” e que estabelecer regras que não são cumpridas pela população é a “pior situação” na gestão da pandemia.

    No Rio de Janeiro, os detalhes sobre como será feita a reserva de espaços ainda não foram divulgados pela prefeitura, que definirá os pormenores esta semana. Em julho, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, chegou a dizer que só liberaria as praias nos fins de semana depois que houvesse uma vacina eficaz contra o novo coronavírus.

    Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas