O calendário da Alesc sobrepôs, neste mês, viagens oficiais dos deputados para EUA, Marrocos, Israel e Itália. Ao todo, 11 parlamentares estão ausentes em diferentes agendas.

Continua depois da publicidade

Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

As missões são importantes para o Legislativo, consideradas fundamentais para troca de informações e busca por modelos que podem ser propostos para Santa Catarina. Uma delas, nos EUA, integra o programa de trabalho do grupo que debate a violência nas escolas.

Emenda no Senado tenta evitar “êxodo” do setor de tecnologia com Reforma Tributária

Mas o grande número de ausências sobrepostas teve um efeito colateral incomum: nesta terça-feira (12), a reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a mais importante da Alesc, foi cancelada por falta de quórum. Três, dos nove titulares, estão em missões internacionais ao mesmo tempo.

Continua depois da publicidade

Dos integrantes da CCJ, o presidente, Camilo Martins (Podemos), e o deputado Marcius Machado (PL) estão nos Estados Unidos. O deputado Tiago Zilli (MDB) viajou para o Marrocos. E o deputado Napoleão Bernardes (PSD), que não viajou, está se licenciando do cargo.

À tarde, durante a sessão em plenário, 20 dos 40 deputados justificaram ausência.  

Leia mais:

Como é a proposta de Jorginho para reduzir desconto de 14% dos aposentados

Nova atração em Itapema promete onda de valorização imobiliária

Imóveis em SC valorizam até quatro vezes mais que a média nacional

Estaleiro que constrói navios bilionários da Marinha em SC é premiado

Destaques do NSC Total