Um empresário do Litoral de Santa Catarina que teve a prisão decretada pelo ministro Alexandre de Moraes, por atos antidemocráticos, está foragido no exterior, em local desconhecido. Nesta quinta-feira (2) o advogado Silvano Cardoso Antunes, que responde pela defesa, entrou com um pedido de relaxamento de prisão.

Continua depois da publicidade

Receba mais notícias de SC via WhatsApp

O catarinense, cujo nome não foi divulgado, esteve no acampamento golpista em Brasília, em período próximo à diplomação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e sua prisão foi determinada ainda em dezembro – época em que ele deixou o país.

Alexandre de Moraes autoriza deputada de SC a visitar presos em Brasília

A defesa pede substituição da prisão preventiva por medidas cautelares.

Continua depois da publicidade

Nesta semana, 26 catarinenses que estavam presos por participação nos atos de 8 de janeiro foram liberados por Alexandre de Moraes. Eles serão monitorados por tornozeleira eletrônica, estão proibidos de usar as redes sociais e de deixar o país.

Leia mais

Décio Lima é o favorito para assumir comando nacional do Sebrae

Família de Antonieta de Barros contesta medalha para deputada antifeminista em Florianópolis

Santa Catarina precisa de R$ 3 bilhões para melhorar rodovias, avalia CNT

Escândalo do lixo pode chegar a iluminação e saneamento e envolver outras empresas

Destaques do NSC Total