nsc
nsc

Economia

Estado vai liberar R$ 1,2 bi em crédito sem juros para pequenos empresários e MEIs

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
14/06/2021 - 11h27
Empresas que pegarem empréstimo não pagam juros, mas terão que manter empregos
Empresas que pegarem empréstimo não pagam juros, mas terão que manter empregos (Foto: Ricardo Wolffenbüttel, Secom SC)

O Governo do Estado pretende lançar até a última semana do mês o programa de crédito emergencial para micro, pequenas empresas e microempreendedores individuais (MEIs). A Medida Provisória, aprovada na Alesc, depende agora da edição de um decreto de regulamentação que deve ser assinado pelo governador Carlos Moisés (PSL) nos próximos dias. Serão liberados R$1,25 bilhão, a juro zero.

Empreendedores terão auxílio emergencial do governo de SC

Os juros serão cobertos pelo governo, que deve desembolsar R$ 250 milhões. Em troca, quem aderir ao crédito se compromete a manter o quadro de funcionários, sem demitir até o fim do período de carência. A ideia é reforçar as condições das empresas para garantir vagas de emprego em SC.

Para MEIs, o limite de empréstimo é de R$ 10 mil. Já micro e pequenas empresas podem buscar até R$ 100 mil em crédito.

Auxílio emergencial de R$ 900 é aprovado em SC; saiba os detalhes

A disponibilização dos empréstimos ficará a cargo do Badesc e do BNDES. Na semana passada, uma reunião entre representantes dos bancos e da Secretaria de Estado da Fazenda debateu os termos do decreto de regulamentação que deverá ser lançado pelo governo.

Por enquanto, ainda não estão definidos os detalhes sobre a documentação que será necessária para obter o empréstimo. Há uma queixa dos empresários quanto à dificuldade de acessar os créditos que foram disponibilizados pelo governo federal, por exemplo, por excesso de burocracia. O Badesc informou que ainda estão em análise as flexibilizações possíveis.

Pagamento do auxílio emergencial de Santa Catarina começa em julho

Depois que emitido o decreto o governador, os bancos dependem de prazo para adaptar o sistema para a liberação do recurso. A previsão é que essa fase dure cerca de 15 dias – mas o governo pretende adiantar o que for possível.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

Leia também:

Modelo Carol Trentini será parceira em programa do MPSC; entenda

Hang perde ação em que pediu R$ 100 mil de indenização a Marcelo D2

Jorginho Mello é cotado para ser ministro de Bolsonaro

Provocada, cientista Natália Pasternak alerta para “governo autoritário”

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas