nsc
nsc

Resposta oficial

Lamborghini diz que não autorizou negociação para instalação de fábrica em SC

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
01/05/2021 - 14h35 - Atualizada em: 01/05/2021 - 14h38
Marca italiana Lamborghini não reconhece direitos de mexicano que negocia com SC
Marca italiana Lamborghini não reconhece direitos de mexicano que negocia com SC (Foto: Lamborghini, Reprodução)

A italiana Lamborghini manifestou-se oficialmente sobre as negociações para suposta abertura de uma fábrica de veículos elétricos em Santa Catarina. A nota afirma que a empresa não reconhece os direitos do empresário mexicano Jorge Garcia Fernandez sobre o uso da marca, e diz que não autorizou instalação de novas fábricas.

> Como a Lamborghini em SC virou saia-justa para Daniela Reinehr

Fernandez, que é conhecido como Joan Fercí, reuniu-se na semana passada com a governadora interina, Daniela Reinehr. No encontro, anunciou a intenção de abrir uma fábrica de Lamborghinis elétricas em SC e de lançar empreendimentos imobiliários em Governador Celso Ramos e Balneário Camboriú.

O comunicado da Lamborghini italiana, foi enviado por Jiannina Castro, do setor de Marketing e Comunicações da Automobili Lamborghini nos Estados Unidos e América Latina. A coluna questionou o qual a situação jurídica entre a marca e o empresário mexicano, e se há intenção da empresa em instalar uma fábrica em Santa Catarina.

> Lamborghini estuda instalar montadora de carros de luxo em SC

A nota diz, em inglês, que a Automobile Lamborghini é a única proprietária dos direitos da marca, e que não reconhece os direitos supostamente adquiridos por Joan Fercí. Ressalta, ainda, que há ações correndo na Justiça na Itália, nos Estados Unidos, na Argentina e também no Brasil, em que pede a nulidade do contrato do mexicano (veja a nota completa abaixo).

Entenda o caso

Joan Fercí comprou, no início da década de 1990, direitos da marca na América Latina e a permissão para produzir o modelo Diablo, que não faz mais parte do portfólio da Lamborghini italiana. A empresa dele passou a se chamar Automoviles Lamborghini Latinoamerica – mas, apesar do nome, não tem relação com a ‘original’.

A partir desse contrato, a empresa mexicana lançou projetos de modelos novos, que não integram a lista de carros da ‘matriz’ europeia. É o caso do Coatl e do Alar 777, que tiveram cinco unidades produzidas, e do Centurion, que ficou na fase de projeto. O projeto mais recente é L.A Vision, com motor elétrico – esse é um dos carros que a empresa teria intenção de construir em Santa Catarina.

> Requerimento pede para ouvir João Rodrigues na CPI da Covid

Em nota à coluna, enviada antes da manifestação da marca italiana, a empresa de Fercí confirmou as pendengas judiciais com a Lamborghini, mas alegou que teve os direitos de uso da marca reconhecido pela Justiça e reclamou da exposição na imprensa. “A respeito, expressamos nosso retumbante repúdio a tais afirmações, difamação e notícias falsas, reiterando em todos os momentos que AUTOMÓVILES LAMBORGHINI LATINOAMÉRICA, S.A. DE C.V., conta com todos os direitos necessários para o uso e exploração da marca LAMBORGHINI”.

A confusão envolvendo o nome da marca de luxo causou uma saia-justa para o Governo de Santa Catarina que, ávido por agenda positiva, fez alarde sobre a suposta instalação da fábrica de carros elétricos. Diante da repercussão, notícias e fotos do encontro de Daniela Reinehr com Joan Fercí foram apagadas dos meios de comunicação do Estado.

Nota da Lamborghini

Tradução:

"A Automobili Lamborghini, única proprietária dos direitos de propriedade intelectual da notória marca Lamborghini em relação a carros e da Automobile Lamborghini, não reconhece nenhuma licença supostamente concedida pelo senhor Jorge Garcia Fernandez ou por qualquer empresa relacionada a ele, que se apresenta como autorizado a sublicenciar direitos da Lamborghini.

Ações judiciais para combater a exploração ilegal da marca foram abertas em diversas jurisdições como Itália, Estados Unidos, Argentina e Brasil, com o reconhecimento da nulidade do falso acordo apresentado pelo senhor Garcia e o reconhecimento total dos direitos à Automobili Lamborghini.

A instalação de uma fábrica de veículos elétricos e o licenciamento das marcas da Lamborghini para outros mercados não são autorizadas pela Automobili Lamborghini".

Versão original:

“Automobili Lamborghini SpA, the sole owner of the several IP rights including the notorious brands Lamborghini in relation to cars and Automobili Lamborghini does not recognize any license allegedly granted by to Mr. Jorge Garcia Fernandez or any of the companies related to such individual, that presents itself as entitled to sub-license Lamborghini’s IP rights.

Legal actions to fight the unlawful exploration of the trademarks have been taken in several jurisdictions, such as Italy, USA, Argentina and Brazil, with the recognition of nullity of the fake agreement present by Mr. Garcia and confirmation of the full title of the IP rights to Automobili Lamborghini.

The installation of a manufacturing facility of electric vehicles, and licensing Lamborghini’s trademarks to other markets is not authorized by Automobili Lamborghini”.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

Leia também:

> Proibição para construir a menos de 30 metros de rios impactará cidades de SC; entenda

Governo aumenta imposto e força alta da gasolina em Santa Catarina

​Vacina da Pfizer: São José vai receber doses junto com Florianópolis na próxima segunda-feira

​Estudo do Ipea mostra que SC não reagiu para conter mortes por Covid

> A emocionante carta de despedida da filha ao pai que morreu de Covid em SC

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas