O jato exclusivo de Luciano Hang virou notícia esta semana na aviação nacional por fazer, pela primeira vez, uma viagem até a China. Um “teste de fogo” para o superavião, comprado em 2019. O trajeto não é banal: a aeronave do bilionário catarinense, um Bombardier Global 6000, tem autonomia de mais de 13 horas de voo, o que significa que pode fazer quase todo o percurso sem parar para abastecer – algo incomum para uma aeronave privada.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

O Bombrdier saiu do Aeroporto de Florianópolis e fez um stopover nas paradisíacas Ilhas Maldivas, para descanso da tripulação, antes de seguir viagem. O avião é um dos maiores jatos executivos do Brasil, com capacidade para 19 passageiros e, novo, custa a bagatela de US$ 40 milhões – o equivalente a R$ 200 milhões, na cotação atual.

Construção de arranha-céus em cartão-postal no Litoral de SC é suspensa pelo TRF-4

A viagem do Bombardier para a China tem como destino a cidade de Guangzhou, onde ocorre a Canton Fair, a maior feira multissetorial do mundo, considerada uma “mina de ouro” para grandes importadores em todos os continentes.

Continua depois da publicidade

Devido à pandemia, as três últimas edições da feira ocorreram remotamente. Esta edição marca a retomada da versão presencial com números recordes: área de 1,55 milhão de metros quadrados, 74 mil estandes, 55 áreas de exposição e mais de 28,5 mil empresas expositoras. São aguardados mais de 100 mil compradores de 215 países.

Leia mais:

Por que Jorginho Mello agradeceu “coragem” de Lula

Os detalhes e o que esperar do julgamento que pode cassar Jorge Seif

Tribunal derruba liminar que afastou comando de construtora de luxo em SC

Destaques do NSC Total