A disputa dos arranha-céus de Balneário Camboriú pelo título de maior do Brasil e da América Latina ganhou um novo capítulo: empurradas para o segundo lugar pelo edifício One Tower, da construtora FG, as torres do Yachthouse by Pininfarina – o “prédio do Neymar” querem voltar ao topo.

Continua depois da publicidade

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

A construtora Pasqualotto & GT, responsável pela obra, está instalando um pináculo – um elemento decorativo – no topo dos edifícios do Yachthouse. Com isto, os arranha-céus alcançarão a impressionante altura de 295,6 metros – um novo recorde.

— Esse detalhe final arquitetônico em nosso empreendimento há muito tempo já era previsto, porém queríamos ter total segurança na instalação, e fizemos diversos testes e projetos antes de começar a execução — diz o empresário Alcino Pasqualotto, que comanda a construtora.

Conheça o Yachthouse

Continua depois da publicidade

Segundo ele, a altura dos pináculos foi definida de acordo com as normas da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). As torres têm heliponto homologado para pouso de helicópteros dos moradores.

Atual recordista de acordo com o ranking do site Skyscraper Center, que acompanha as maiores construções ao redor do mundo, o edifício One Tower tem 290 metros de altura, com 84 pavimentos. As torres do Yachthouse by Pininfarina têm 81 andares.

Curiosamente, o One Tower também tem uma instalação artística no topo, que amplificou a altura da construção.

Leia também

Balneário Camboriú terá disputa de arranha-céus pelo título de maior da América do Sul

Prédio mais alto da América do Sul tem Neymar, Luan Santana e números recordes em Balneário Camboriú

Destaques do NSC Total