nsc
    nsc

    Coronavírus

    SC baixa para três regiões em risco gravíssimo; saiba quais são

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    09/09/2020 - 08h40 - Atualizada em: 09/09/2020 - 08h50
    Praia, por enquanto, só para caminhar em SC
    Praia, por enquanto, só para caminhar em SC (Foto: Diorgenes Pandini)

    O mapa de gestão de risco que será divulgado nesta quarta-feira (9) pelo Governo do Estado traz três regiões em vermelho, o que indica nível gravíssimo. São duas a menos do que na semana passada, o que aponta para uma ligeira melhora no cenário. A maior parte do território de Santa Catarina permanece em nível grave, indicado pela cor laranja no mapa.

    > Volta às aulas em SC começará com atividades de reforço, diz secretário de Educação

    Subiram para o nível gravíssimo, em vermelho, o Alto Vale do Rio do Peixe e a região de Laguna. A região Nordeste, que já estava nessa classificação na última semana, permanece.

    Baixaram de nível gravíssimo para grave, em comparação com a semana anterior, o Oeste, Alto Vale do Itajaí, região Carbonífera e Meio Oeste.

    O Extremo Oeste também mudou de classificação, de grave para alto risco. É a única região em amarelo no mapa. Todas as demais regiões do Estado aparecem em nível grave - são 12 no total, o que corresponde a 75% das regiões de Santa Catarina. 

    > Cruzeiros cancelados fazem SC perder mais de 100 mil passageiros neste verão

    Mapa de risco
    Mapa de risco
    (Foto: )

    O que muda

    O Governo do Estado envia semanalmente, às prefeituras, o mapa de risco e a lista de medidas que devem ser tomadas em cada classificação. Nos níveis grave e gravíssimo, ficam suspensos shows, cinemas, teatros e outras atividades de lazer.

    As regiões que aparecem em vermelho no mapa também precisam suspender a oferta de serviço público presencial. No nível grave, até 30% dos servidores podem trabalhar presencialmente.

    > "Pare, olhe e escute" diz Mario Sergio Cortella sobre retorno das aulas pós-pandemia em SC

    Classificação
    Classificação
    (Foto: )

    Isolamento crítico

    A classificação de risco considera o isolamento social, o índice de testagem, a ampliação de leitos e o fluxo de assistência. Assim como nas semanas anteriores, o isolamento social continua a ser um ponto de atenção em Santa Catarina. Com exceção do Extremo Oeste, Oeste e Xanxerê, todas as outras regiões estão em nível gravíssimo de isolamento social.

    O segundo ponto crítico é a testagem e isolamento de casos. Exceto Planalto Norte, Foz do Itajaí-Açu e Extremo Oeste, o restante do Estado está em nível gravíssimo para esse item de avaliação. 

    Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas