O novo presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, desembargador Altamiro de Oliveira, assume o cargo com o compromisso de instalar no Estado as primeiras varas de garantias do país. A pioneira será a Comarca de Rio do Sul, e terá abrangência sobre outras oito comarcas – Ascurra, Ibirama, Ituporanga, Presidente Getúlio, Rio do Campo, Rio do Oeste, Taió e Trombudo Central.

Receba as principais informações de Santa Catarina pelo Whatsapp

Com isto, a primeira Vara de Garantias atenderá uma área correspondente a 350 mil habitantes. A próxima a ser instalada será em Balneário Camboriú.

O juiz de garantias tem a função de decidir sobre prisões preventivas e quebras de sigilo nas etapas de investigação, antes do início da fase processual. Em agosto, por 10 votos a 1, o Supremo Tribunal Federal (STF) estabeleceu que a instituição do juiz de garantias é obrigatória, mas cabe aos estados e à União definir em que formato será feita a implementação.

O prazo é de 12 meses para adaptação dos tribunais, prorrogáveis por mais 12.

Continua depois da publicidade

Leia mais:

Fábrica de iate milionário de CR7 em SC tem fila de espera e faturamento recorde

PRF pede demissão de policial de SC que teria ensinado “câmara de gás” em curso

Cinco pontos para entender voto de relatora contra cassação de Jorge Seif

SC tem “explosão” de empresas no ranking das maiores do Sul

Destaques do NSC Total