nsc
    nsc

    Saúde

    Vagas acabam e sistema de saúde está à beira do colapso em Balneário Camboriú

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    02/12/2020 - 09h10 - Atualizada em: 02/12/2020 - 09h32
    Hospital Ruth Cardoso
    Hospital Ruth Cardoso (Foto: Fabiano Correia)

    O Hospital Municipal Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú, ultrapassou 100% de ocupação de leitos de enfermaria para pacientes com Covid-19. A UTI, com 30 leitos, está com 29 ocupados na manhã desta quarta-feira (2). O que significa que está prestes a chegar à lotação total.

    > Estado notifica hospitais para que reativem leitos de UTI Covid imediatamente

    Em um ofício, ao qual a coluna teve acesso, o médico coordenador da UTI, Pedro Salomão Dias, alertou à direção do hospital que, se o último leito disponível for ocupado, não haverá mais capacidade de atendimento – “levando ao colapso do serviço e comprometimento ao atendimento da população da região”.

    > UTI de Covid-19 está lotada em Balneário Camboriú; Justiça determina remanejar pacientes

    Na enfermaria, a ocupação é de 115%. Dois pacientes internados foram acomodados em cadeiras, por falta de macas. O hospital pediu ao Estado a transferência de seis pacientes da enfermaria e outros dois da UTI, mas ainda não teve resposta.

    > Santa Catarina supera Rio de Janeiro e é o 4º estado com mais casos de covid-19 na pandemia

    A demora na regulação de leitos pela Secretaria de Estado da Saúde levou o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) a cobrar a transferência de pacientes. Na segunda-feira (30), o promotor Álvaro Pereira Oliveira Melo, da 6ª Promotoria de Justiça de Balneário Camboriú, enviou um ofício ao Estado alertando para o risco e colapso iminente e pedindo informações sobre as medidas a serem implementadas para instalação de novos leitos. O prazo de resposta do Estado termina nesta quarta-feira.

    > Painel do Coronavírus: saiba como foi o avanço da pandemia em SC

    Embora seja municipal, o Hospital Ruth Cardoso atende pacientes de toda a região. O outro hospital público de referência, o Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí, está com mais 90% dos leitos ocupados, de acordo com as últimas informações.

    > Moisés e prefeitos vão decidir sobre medidas contra o coronavírus em SC

    A situação também preocupa na rede privada. O Hospital da Unimed de Balneário Camboriú tem 13 dos 18 leitos de UTI ocupados, e o Hospital do Coração estaria com 100% das vagas de UTI lotadas.

    Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas