nsc
nsc

Pandemia

Criciúma chega a 500 mortes por Covid-19

Compartilhe

Denis
Por Denis Luciano
02/06/2021 - 09h58 - Atualizada em: 02/06/2021 - 10h42
Criciúma tem um Centro de Triagem com procura constante
Criciúma tem um Centro de Triagem com procura constante (Foto: Divulgação)

Em 14 meses, Criciúma perdeu 500 habitantes por uma razão: essas cinco centenas de pessoas foram vítimas da Covid-19. A marca de 500 óbitos foi alcançada na manhã desta quarta-feira (2), com a confirmação da morte de um homem de 87 anos.

Receba as principais notícias de SC pelo Whatsapp

O primeiro óbito por conta do coronavírus registrado em Criciúma foi em 31 de março de 2020, de um paciente de 73 anos. Naquela ocasião, quando foi registrada a primeira morte de Criciúma, havia seis óbitos por Covid-19 em Santa Catarina, registrados nos dias anteriores, em Florianópolis, Joinville, Pedras Grandes, Porto Belo e Canoinhas.

Quando Criciúma chega a 500 mortes, Santa Catarina já ultrapassa a marca de 15.354 vidas perdidas, número da tarde desta terça-feira (1) levantado pela Secretaria de Estado da Saúde. A região carbonífera, composta por doze municípios, estava conforme os dados desta terça com 974 óbitos contabilizados.

Em números absolutos, Criciúma está em sétimo lugar no ranking das mortes pelo coronavírus em Santa Catarina, atrás de Joinville, Florianópolis, Chapecó, Itajaí, São José e Blumenau. 

Outro índice que vem preocupando em Criciúma é o de número de casos ativos. Faz algumas semanas que a cidade figurava em segundo lugar em Santa Catarina, somente atrás de Joinville nos números absolutos, geralmente oscilando na casa dos 1 mil positivados. Na divulgação do começo da tarde passada, eram apontados 860 registros positivos na cidade, menos que os 872 de Lages e os 1.374 de Joinville, mas à frente de cidades com populações maiores como Itajaí (834), Blumenau (786) e Florianópolis (708 casos ativos).

No relatório divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde no fim da tarde desta terça, Criciúma já aparecia com 756 casos ativos.

Auxílio de SC só poderá ser gasto em mercados e farmácias

O município contabiliza, ainda, 202 pacientes internados, um dos números mais elevados desde o início da pandemia. Entre confirmados para Covid-19, são 55 em leitos de UTI e 125 em leitos clínicos. Dos casos suspeitos para coronavírus, são 22 em leitos clínicos e nenhum em UTI.

Uma em cada dez pessoas tomou as duas vacinas contra Covid-19 em SC

Criciúma já aplicou 70.418 doses de vacinas contra a Covid-19, sendo 49.491 de segunda dose e 20,927 de segunda dose.

Denis Luciano

Colunista

Denis Luciano

Jornalista com longa experiência no rádio e no digital, Denis Luciano aborda os principais assuntos do Sul catarinense, uma das regiões mais relevantes no Estado.

siga Denis Luciano

Denis Luciano

Colunista

Denis Luciano

Jornalista com longa experiência no rádio e no digital, Denis Luciano aborda os principais assuntos do Sul catarinense, uma das regiões mais relevantes no Estado.

siga Denis Luciano

Mais colunistas

    Mais colunistas