nsc
nsc

Rolê com Edsoul

A história da AVOS se confunde com a história do Hospital Infantil

Compartilhe

Edsoul
Por Edsoul
31/08/2020 - 15h17
Dona Gertrudes
Dona Gertrudes na década de 70. (Foto: Arquivo Pessoal)

Foi na década de 1970, mas parece que foi ontem, que a Dona Gertrudes se uniu a um grupo de amigas para dar início a um trabalho que faria toda a diferença na vida de muitas pessoas. As rugas que mostram a experiência de vida, são também testemunhas das lágrimas derramadas a cada perda, dos sorrisos dados a cada conquista. É, lá se vão 45 anos de auxílio a saúde infantil, de dedicação aos que precisam, de entrega pelo fazer o bem. A propósito, o caminho que a Associação de Voluntários de Apoio e Assistência a Criança e o Adolescente percorreu, só segue firme e forte até hoje porque a fundadora, com muita luta fez com que outros sensibilizados arregaçaram as mangas.

> Conheça histórias de quem compartilha experiência, tempo e vida em SC

O hospital que Dona Gertrudes e suas amigas começaram o trabalho ainda não era o Joana de Gusmão. O Edite Gama Ramos foi a primeira unidade de saúde atendida pelos ainda jovens voluntários. Quando criaram a unidade referência em atendimento infantil, a equipe da AVOS estava lá, tanto que a história do Infantil, como é carinhosamente chamado, se confunde com a história da entidade. Hoje em dia, mais de 80 voluntários fazem parte do corpo da AVOS. São eles e, obviamente, os funcionários, que mantém a casa em ordem.

Dona Gertrudes
Dona Gertrudes hoje em dia.
(Foto: )

A AVOS se estruturou e se mantém com doações, projetos e eventos que são feitas por pessoas e empresas parceiras. Inclusive, foi assim que muitos dos setores do hospital foram construídos. A casa de apoio recebe famílias do estado inteiro e mais de 259 atendimentos são feitos ali por mês. Quem precisa fazer seus tratamentos mas não tem onde ficar, os aposentos aconchegantes da casa se tornam extensões das casas de enfermos, pais e responsáveis.

> Clube localizado na Beira-Mar Norte comemora seus 35 anos de existência e resistência

Agora, a ousadia e coragem da Associação estão voltadas para a obra do novo Ambulatório de Oncologia. Serão mais de 1250 metros quadrados de área construída em prol da saúde. Quando perguntei a Vó Gertrudes de onde vem a força para fazer tanto ao longo destes 45 anos, ela resume em poucas palavras que foi com algo pequeno, gratuito e intenso... O amor.

Quer receber notícias por WhatsApp? Inscreva-se aqui

Edsoul

Colunista

Edsoul

Edsoul sabe tudo o que rola nas comunidades de Floripa. Reivindicações, histórias de superação e serviços interessantes para galera.

siga Edsoul

Edsoul

Colunista

Edsoul

Edsoul sabe tudo o que rola nas comunidades de Floripa. Reivindicações, histórias de superação e serviços interessantes para galera.

siga Edsoul

Mais colunistas

    Mais colunistas