A secretária adjunta da Fazenda de Santa Catarina (Sefaz/SC), Michele Patrícia Roncalio, foi eleita nesta quarta-feira vice-presidente do Grupo de Gestores das Finanças Estaduais (Gefin), que faz assessoramento ao Conselho Nacional de Administração Fazendária (Confaz). A presidente do grupo, Célia Carvalho, assessora especial da Secretaria da Fazenda de Minas Gerais (SEF/MG) foi reeleita para a função no mandato de 2021-2022. O pleito fortaleceu a presença feminina nesse órgão técnico, que é um dos principais no assessoramento do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz).

Continua depois da publicidade

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Participam do Gefin secretários adjuntos de Fazenda, subsecretários, contadores gerais e assessores de secretarias de fazenda dos 26 estados e do Distrito Federal. O grupo faz estudos, difunde melhores práticas de finanças públicas, sugere uso de sistemas e soluções, analisa execução orçamentária e financeira e toma outras medidas, tudo visando contas públicas saudáveis.

Arrecadação de SC em maio é de R$ 2,98 bilhões, com alta de 59%

– Santa Catarina, na coordenação geral, tem a oportunidade de participar mais efetivamente nas discussões que impactam as finanças dos estados. Trata-se de um reconhecimento, pois o Estado segue sendo referência em política fiscal – disse a secretária adjunta.

Continua depois da publicidade

Nascida em Blumenau, contadora, Michele Roncalio é servidora de carreira da Secretaria de Estado da Fazenda de SC. Ela foi a primeira mulher a assumir o cargo de secretária adjunta da Fazenda estadual e também foi a primeira mulher a assumir a pasta da Fazenda, mesmo que interinamente, nas férias do secretário Paulo Eli. Ainda em 2018, ocupou a diretoria tributária da pasta, também sendo pioneira como mulher. 

Destaques do NSC Total