nsc
nsc

Empreendedorismo

Arena Celta incentiva maior participação feminina em startups

Compartilhe

Estela
Por Estela Benetti
16/05/2022 - 17h31 - Atualizada em: 16/05/2022 - 17h56
Betina Zanetti Ramos, fundadora e CEO da Nanovetores, fala para empreendedores no Arena Celta
Betina Zanetti Ramos, fundadora e CEO da Nanovetores, fala para empreendedores no Arena Celta (Foto: José Somensi, Divulgação)

A primeira reunião de empreendedores do programa Arena Celta, nova iniciativa da incubadora Celta, da Fundação Certi, para apoiar o desenvolvimento de startups, realizada nesta segunda-feira, em Florianópolis, contou com incentivo especial para ampliar a presença feminina nos negócios de tecnologia, em especial de startups. A empresária Betina Zanetti Ramos, fundadora e presidente da Nanovetores Group, falou sobre os desafios da participação feminina no setor de tecnologia e inovação.

Receba notícias do DC via Telegram

Esse foi o primeiro de quatro rounds presenciais para líderes de 52 startups selecionadas ao programa, nessa primeira etapa. Em sua palestra, Betina disse que a mulher se cobra demais para ingressar no setor de tecnologia. Para se inscrever a uma vaga, pensa que precisa preencher 100% dos critérios, mesmo que atenda 70%. Ela acredita que também é preciso um networking mais amigável e colaborativo para elas.

A própria Nanovetores é uma das empresas graduadas da Incubadora Celta. Segundo a empresária, essa fase foi uma experiência ‘fundamental e fantástica’. Isso porque o suporte da incubadora garante uma sobrevida nos primeiros anos da empresa, que são os mais difíceis.

Fundada em 2009 por Betina, a Nanovetores detém tecnologia exclusiva de encapsulamento de ingredientes, que são vendidos principalmente para cosméticos, indústria farmacêutica e de confecções em dezenas de países. Em fevereiro deste ano, o grupo suíço Givaudan, líder mundial em perfumes e aromas, adquiriu 48% da Nanovetores para incluir a tecnologia nos seus produtos.

- Acredito que nós, mulheres que já estamos nessa trajetória de empreendedorismo, temos o papel de incentivar que mais mulheres participem sobretudo no setor de tecnologia, que é muito carente da presença feminina. É um segmento que vai gerar grandes oportunidades num futuro próximo – disse Betina.

A propósito, nesse grupo de empreendedores do programa, cerca de 30% são mulheres. Essa foi a conclusão dos participantes quando Betina pediu para as mulheres levantarem durante a palestra. Este primeiro evento da Arena Celta contou também com palestras do superintendente da Fundação Certi e fundador da Procomp, Erich Muschellack, do diretor executivo do Celta, Tony Chierighini e de Carlos Eduardo Bizzotto, coordenador de projetos do Celta.

O novo programa para startups da Celta vai até o fim de julho, com quatro reuniões presenciais. Recebeu 98 inscrições de startups e pretende finalizar escolhendo 20 para que tenham apoio maior, inclusive com apresentação para potenciais investidores.

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Mais colunistas

    Mais colunistas