O Índice de Atividade Econômica Regional (IBCR-SC), calculado pelo Banco Central e considerado uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 6,4% em 2021, com a segunda maior alta do país, atrás apenas do Rio Grande do Sul, que alcançou 7,4%. O Brasil, no mesmo indicador, cresceu 4,5%.

Continua depois da publicidade

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Esse indicador é calculado com base nas pesquisas do IBGE por setor. No ano passado, segundo esses levantamentos, o setor de serviços liderou crescimento em SC, com alta de 14,8%, a indústria geral avançou 10,3% (o maior crescimento nacional) e o comércio avançou, 1,5%. 

Nesse cálculo, mais baseado na oferta, o BC também considera movimentos financeiros e do agronegócio, com base em outras estatísticas. O acompanhamento mensal do IBCR-SC é feito pelo Obsevatório Fiesc, da Federação das Indústrias. A expectativa do governo do Estado é de que o PIB catarinense teve crescimento maior do que essa prévia do BC, no ano passado. O dado oficial do PIB de SC em 2021 sairá no fim em 2023. 

Continua depois da publicidade

Destaques do NSC Total