nsc
nsc

Mercado

Caso de vaca louca deve baratear carnes

Compartilhe

Estela
Por Estela Benetti
04/06/2019 - 04h45 - Atualizada em: 04/06/2019 - 04h41
(Foto: Omar Freitas / Agência RBS)

Os preços de carnes não têm pressionado muito o bolso do consumidor brasileiro e um fato novo deve garantir esse cenário por mais tempo. Um caso atípico de vaca louca, doença chamada Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), no Mato Grosso, oficializado sexta-feira para a Organização Internacional de Saúde Animal (OIE) pelo Ministério da Agricultura, levou o governo a suspender as exportações de carne bovina brasileira para a China, um dos mais importantes mercados do país. Essa suspensão foi anunciada nesta segunda-feira (02). Isso significa que haverá maior oferta de carne bovina no mercado brasileiro, o que derruba os preços ao consumidor de todas as carnes.

Mas segundo fonte do agronegócio catarinense, os preços de carne de frango e suína não devem cair muito porque está havendo falta desses produtos no mercado. As causas são menor produção de aves e aumento das exportações porque países da Ásia, em especial a China, enfrentam surtos de peste suína africana e de gripe aviária.

Conforme a secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), essa doença ocorre de maneira esporádica, sem ingestão de alimentos contaminados. Todas as medidas sanitárias foram adotadas, a fazenda foi isolada e não há riscos para o consumidor, informou a pasta. Este é o terceiro caso atípico no Brasil. Em 2012, quando ocorreu um no Paraná, a China suspendeu compras de carne bovina e retomou apenas um ano e sete meses depois.

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Mais colunistas

    Mais colunistas