nsc
nsc

Expansão

Empresa de SC abre filial no Paraná para instalação de usinas solares

Compartilhe

Estela
Por Estela Benetti
17/05/2021 - 18h40
Usina solar instalada no Palácio 29 de Março, em Curitiba, pela Quantum Engenharia
Usina solar instalada no Palácio 29 de Março, em Curitiba, pela Quantum Engenharia (Foto: Luiz Costa, SMCS, Divulgação)

Empresa catarinense especializada em projetos de engenharia para usinas solares, subestações e iluminação pública, a Quantum Engenharia, de São José, abriu filial em Curitiba, Paraná para a área de geração fotovoltaica. A unidade gerou 15 postos de trabalho diretos e 60 indiretos. O projeto que abriu portas no estado vizinho foi a usina solar instalada no telhado do Palácio 29 de Março, sede da administração municipal, feito por chamada pública da Copel e da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

O início da geração foi em 2019 e os 439 painéis que geram 205 MWh, além do uso de lâmpadas de LED, reduziram em 38% a conta de luz da prefeitura, que é de R$ 106 mil por mês. O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, lançou o programa Curitiba Mais Energia, que prevê a instalação de diversas usinas solares na cidade.

Número de usinas solares cresce 130% no país e locação é novidade no mercado

Fundada há 30 anos, a Quantum já entregou 2.700 projetos no Brasil e, atualmente, trabalha em 70 projetos em instalação no país. O trabalho em plena pandemia permitiu à empresa crescer 30% em 2020, informa o presidente Gilberto Vieira Filho. A Quantum já instalou cerca de 80 mil painéis fotovoltaicos em usinas no país. A filial no Paraná é a primeira de um projeto de expansão que visa presença para estabelecer canais comerciais em todo o país, informa o empresário.

Segundo ele, o Paraná é o quinto maior mercado nacional no setor de geração solar fotovoltaica. Ele explica que projetos de usinas solares podem ser instalados em empresas de todos os portes, desde pequenos comércios até padarias, supermercados, indústrias e residências. A geração residencial lidera no país, com 39% do total. As opções de financiamento são oferecidas por diversas instituições financeiras, os juros estão mais baixos e o retorno do investimento acontece em cerca de quatro anos.

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Mais colunistas

    Mais colunistas