A Estônia, país do Leste europeu considerado o mais digital do mundo, inicia nesta quinta-feira missão virtual sobre gestão pública para prefeitos e outras lideranças de Santa Catarina que participam do programa Cidade Empreendedora, do Sebrae/SC. Serão ministradas palestras com lideranças do governo, instituições e empresas estonianas. O encontro desta quinta-feira é o primeiro de 10 sobre o país de 1,324 milhão de habitantes que tem 99% dos serviços públicos oferecidos de forma digital.

Continua depois da publicidade

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

O co-fundador do Estônia Hub, Raphael Fassoni, que também é consultor internacional, em palestra realizada no Fórum Estadual de Secretários e Encontro Estadual de Agentes de Desenvolvimento, realizado pelo Cidade Empreendedora em Florianópolis no começo deste mês, explicou que o único serviço que não é digital no país é o casamento. Segundo ele, não é por ser impossível de realizar virtualmente, e sim porque o governo avaliou que essa é uma tradição cultural em que a relação pessoal deve ser valorizada.

A Estônia também se destaca mundialmente pelo estímulo ao empreendedorismo, já que lá é possível abrir uma empresa em duas horas, a partir de qualquer lugar do mundo. O ecossistema de startups também é referência mundial. O pequeno país, ex-republica soviética, conta com mais de 1.200 Startups e sete unicórnios. De acordo com o gerente de desenvolvimento regional do Sebrae/SC, Paulo César Sabbatini Rocha, foram essas referências e resultados do país europeu que fizeram com que o Sebrae buscasse essa parceria.

O co-fundador da Estônia Hub, Raphael Fassoni, falou em evento de SC este mês
O co-fundador do Estônia Hub, Raphael Fassoni, falou em evento de SC este mês (Foto: Sebrae/SC, Divulgação)

– Queremos oferecer aos municípios catarinenses a oportunidade de aprender com os grandes cases mundiais. A Estônia é referência em todas as esferas que envolvem a gestão pública, desde a educação, passando pela desburocratização, sistema tributário, que é considerado o mais competitivo do mundo, e até mesmo com modelos de parcerias público-privadas. Essa Missão Cidade Empreendedora Estônia busca capacitar as nossas lideranças para que eles consigam se inspirar no case europeu e inovar também aqui em Santa Catarina. Além, é claro, de que essa é uma oportunidade de gerar networking, abrindo oportunidades para parcerias e negócios- explica Paulo Sabbatini.

Os 10 encontros serão até o final do ano, com tradução simultânea e possibilidade de interação direta com os palestrantes. Na estreia desta quinta, será mostrado como funciona a digitalização do pais. Na sequência, será destacado como funcionam os programas de mentoria e aceleração de startups no país, a trajetória e as lições da transformação digital pública da Estônia, o sistema tributário mais simples e competitivo do mundo, a inovação e as estratégias de Talin, capital do país e cidade mais digital do mundo.

O programa Cidade Empreendedora de Santa Catarina conta, atualmente, com 72 municípios participantes e é voltado à melhoria da gestão pública em todos os aspectos. Entre os líderes que participarão da missão está Arão Josino, jovem prefeito de Ascurra, no Vale do Itajaí.

Continua depois da publicidade

– A nossa cidade é pequena e tenho como meta fazer uma gestão inovadora. Quero provar que é possível transformar a realidade local com bons projetos e boas ideias. Para isso, é fundamental olhar para o lado e aprender com quem está fazendo diferente, sejam municípios vizinhos, de outros estados e, nesse caso, outros países – diz Josino que quer tornar Ascurra uma cidade referência para empreendedorismo.

Destaques do NSC Total