Logo que foram confirmadas perdas maiores com as chuvas que atingem Santa Catarina, o Instituto Comunitário Grande Florianópolis (Icom) abriu um fundo emergencial, o Fundo Chuvas, para que pessoas físicas e jurídicas possam fazer doações a famílias afetadas.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Segundo o instituto, o fundo mobiliza doações para comprar móveis, eletrodomésticos e outros utensílios aos mais prejudicados pelas águas na Grande Florianópolis. Foi criada uma conta exclusiva para essas doações para facilitar a gestão dos recursos.

Em outras catástrofes ocorridas no Estado, o Icom fez mobilizações semelhantes. De 2009 a 2012, a organização criou o Fundo Comunitário de Reconstrução, que arrecadou R$ 280 mil. Em 2018, também em função de chuvas, outro fundo conseguiu R$ 253 mil que atendeu 55 famílias. No ciclone de 2020, também fez arrecadação que ajudou famílias a reconstruir casas.

– O Icom existe há 17 anos e tem entre as estratégias a articulação com a comunidade, fortalecimento das iniciativas sociais e investimento social privado. Iremos mobilizar empresas e pessoas físicas para direcionar suas doações e complementar o que já vem sendo feito pela Defesa Civil, prefeituras e sociedade civil organizada. Esta será a nossa atuação, servir de apoio e ponte para conectar aqueles que precisam, com quem pode apoiar – informa o gerente executivo do instituto, Willian Narzetti.

Continua depois da publicidade

Como doar:

As doações podem ser feitas por pessoas físicas ou jurídicas, a partir de R$ 30, pela plataforma Doare, no Fundo Chuvas.

Leia também

Saiba como ajudar desabrigados da chuva na Grande Florianópolis

Destaques do NSC Total