Na reta final da votação da reforma tributária, o governador Jorginho Mello (PL) viajou a Brasília nesta terça-feira com duas agendas econômicas: reunião com outros governadores para cobrar mais recursos aos Estados na reforma e reunião com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, para tratar de questões financeiras de interesse de Santa Catarina. Antes de embarcar no fim da manhã, o governador assinou edital para desestatização do Aeroporto de Jaguaruna, via parceria público-privada (PPP).

Continua depois da publicidade

Receba as notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Com os governadores, o objetivo foi cobrar mais recursos para o Fundo de Desenvolvimento Regional para os Estados, que estava previsto em R$ 60 bilhões. Conforme Jorginho Mello, o novo pleito dos governadores é para que passe para R$ 80 bilhões.

– Vamos fazer os últimos ajustes para que a reforma tributária ande de verdade, porque ela empacou. Precisamos dar esse último empurrão para que ela passe – disse o governador.

Com o ministro Fernando Haddad, Jorginho Mello vai fazer cobranças específicas de finanças. Segundo ele, a reunião será para tratar sobre a linha de crédito que o Estado tem com o BNDES e, também, vai cobrar o pagamento dos R$ 465 milhões que o governo anterior do Estado investiu em obras federais. O ministério da Fazenda prometeu a devolução desses recursos ao governo de SC, mas até agora não definiu como pagará.  

Continua depois da publicidade

Publicidade

Além de muita informação relevante, o NSC Total e os outros veículos líderes de audiência da NSC são uma excelente ferramenta de comunicação para as marcas que querem crescer e conquistar mais clientes. Acompanhe as novidades e saiba como alavancar as suas vendas em Negócios SC

Leia também

Agenda da Água 2023 coloca o desafio de gestão bilionária de obras e saneamento em SC

Empresário Fernando Füchter, que faleceu nesta segunda, recebeu homenagem da família há poucos dias

“Temos problema muito sério de produtividade na pequena empresa”, alerta diretor do Sebrae SC

Angeloni abre empresa de construção e define primeiro empreendimento

Empresa catarinense de tecnologia vai abrir unidade na Finlândia

Destaques do NSC Total