nsc
nsc

Para financiamentos

Para diversificar, BRDE capta R$ 30 milhões no mercado de capitais

Compartilhe

Estela
Por Estela Benetti
14/09/2021 - 12h21
Vladimir Fey e Marcelo Dutra, diretores do BRDE
Vladimir Fey e Marcelo Dutra, diretores do BRDE (Foto: Divulgação)

Com o objetivo de ter mais fontes de recursos para financiar investimentos, o Banco Regional de Desenvolvimento Econômico do Extremo Sul (BRDE) decidiu fazer captações no mercado de capitais. A agência de Florianópolis acaba de completar R$ 30 milhões obtidos com emissão de Recibos de Depósitos Bancários (RDBs).

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Segundo a instituição, para essa estreia foi escolhido somente esse papel e as agências do Rio Grande do Sul e Paraná também começaram com esse tipo de operação no mercado de capitais. A diversificação é uma meta do BRDE e os recursos serão para apenas um cliente institucional. De acordo com o diretor de Acompanhamento e Recuperação de Crédito do banco, Marcelo Dutra, a emissão de RDBs foi uma estratégia definida em 2020, para ter mais diversificação de funding.

- É importante para a independência do banco, além de oportunizar maior oferta de crédito para os potenciais projetos de desenvolvimento em Santa Catarina – avalia Marcelo Dutra.

A escolha de RDBs se deu porque são títulos menos complexos. Isso porque a captação no mercado é um novo negócio, que exige novo aprendizado e coloca novas obrigações. Para a área técnica do banco, a estreia foi com sucesso. A captação de R$ 30 milhões foi feita em três emissões de R$ 10 milhões cada.

Segundo o banco, os recursos serão para o Fundo BRDE de Promoção ao Desenvolvimento produtivo, Sustentável e Social dos Estados da Região Sul (BRDE Promove Sul).

O diretor Financeiro do BRDE, Vladimir Fey, explica que essas operações são realizadas somente com clientes ou instituições parceiras do banco que são habilitadas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Na avaliação de Fey, a instituição mostrou que está preparada, com equipe técnica capaz de inovar de acordo com as necessidades do mercado.

Para se ter ideia de como esse novo passo da instituição é importante, a última operação do BRDE no mercado de capitais foi na década de 1980.

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Mais colunistas

    Mais colunistas